Acusado de agressão contra filha, presidente da Câmara de Campo Formoso é preso por porte ilegal de arma

2
Foto: reprodução

O presidente da Câmara de Campo Formoso (BA), José Alberto de Carvalho (PSD), foi preso por porte ilegal de arma de fogo na tarde desta quinta-feira (16). A Polícia Civil (PC) do Estado emitiu mandado de busca e apreensão na manhã de hoje para procurar uma arma supostamente ilegal do parlamentar. No entanto, nem ele nem o armamento foram localizados. O político acabou se apresentando para entregar a arma às 12h, e recebeu a voz de prisão por conta do crime.

José Alberto foi acusado no domingo (12) de ter agredido e ameaçado sua filha de 18 anos, a estudante de medicina Rafaella Carvalho, que publicou uma sequência de stories em seu Instagram denunciando o próprio pai. Nos vídeos, a jovem disse que estava com o político, numa roça da família, quando ele começou a questioná-la sobre a faculdade.

Em um determinado momento da conversa, quando o pai a levou para dentro da casa, ela se desestabilizou emocionalmente e começou a chorar ao ouvir que “não iria conseguir terminar a graduação“. Rafaella levou socos do pai, causando ferimentos no rosto, pescoço e braços.

Histórico

Em 2016, José Alberto foi acusado de homicídio qualificado por suspostamente ter matado um homem durante uma discussão em um bar de Campo formoso. À época do crime, o site G1-BA informou que um eleitor fez uma cobrança após o político promoter levar água encanada a uma comunidade caso fosse eleito . Depois da discussão, ele teria retornado ao bar portando uma arma e atirado contra a vítima, que não resistiu e morreu no local. Em outubro de 2018, a defesa do vereador entrou com recurso na justiça alegando que o caso se tratava de legítima defesa. A 2ª Turma da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) decidiu por unanimidade a negação do recurso. Ele, no entanto, foi solto. (Fonte: BNews)

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome