Unidade do Atacadão deve gerar mais de 600 empregos em Petrolina

26
(Foto: Alexandre Justino/Divulgação)

Com investimento de R$ 50 milhões, a nova unidade do supermercado Atacadão deve gerar mais de 600 empregos diretos e indiretos em Petrolina. Representantes da empresa estiveram ontem (11) com o prefeito Miguel Coelho para falar da nova sede, que será aberta em fevereiro de 2020. A unidade funcionará na avenida Ulysses Guimarães, bairro Jardim Amazonas (zona oeste).

A rede de atacarejo é ligada à multinacional Carrefour e tem quase 200 unidades espalhadas pelos 26 Estados do Brasil.
O prefeito Miguel Coelho comemorou a chegada do novo empreendimento, que irá gerar mais oportunidades de trabalho na cidade. “Já somos o município que mais gera emprego em Pernambuco. A chegada do Atacadão fortalece nossa economia com mais vagas de trabalho e geração de receita na nossa economia. É uma excelente notícia para o povo petrolinense“, destacou.

26 COMENTÁRIOS

  1. Quanto vai custar essa brincadeira para o povo? Por que um empreendimento desses num lugar com elevado ICMS e ISS é impensável, ainda mais agora que o prefeito quer aumentar o ISS.

    • Quanto vai custar ? Só vai custar a rotação do real no país ajudando na economia. Vai custar somente empregos temporários pra mão de obra nas áreas de construção mais empregos fixos e empregos indiretos como caminhoneiros de entrega de produtos que irão ter mais uma rota de entrega. Enfim Vamo estudar economia pra não precisar ficar passando vergonha na frente dos amigos né parceiro. E outra tu acha que o prefeito vai da o prédio do atacadao e os produtos todos com dinheiro público ? Socialista é foda

      • Ele acha que é obrigatório doar prédio milionário pra alguém fazer o favor de abrir algo em Petrolina. Deve ser mais um cabecinha de merda, seguidor de Julio Ocio que fez isso com o Call Center

        • FBC doou um monte de terreno público para igreja que gera 0 empregos e paga 0 impostos, e ninguém disse nada. Vai fuçar direitinho para ver se o Atacadão não irá ganhar uma isençãozinha.

      • Fora geração de empregos, retenção de impostos em Petrolina e não em Juazeiro, visto que muitos daqui compra lá. Fora ainda toda uma cadeira de serviços que leva. Fretistas, taxistas, motoristas de uber, mototaxistas, etc…

      • Acorda Alice do país das maravilhas, o prefeito está mandando aumentar o ISS, tu acha que é por causa de quê? Acha que o Atacadão está vindo para cá por que o prefeito é bonito? Alivia de um lado e onera do outro, no final fica a mesma coisa. Sabe onde prefeito esta onerando com aumento do ISS? Nas clínicas da cidade, Petrolina é o pólo médico do sertão do estado. E ainda tem a audácia de chamar de socialista. Aliás mais socialista que seu prefeito impossível, sempre militou no campo da esquerda.

  2. Marcius deixa de ser bairrista… quantos juazeirense também não compram no comércio de Petrolina muitos empresários dela dentre muitos funcionários públicos faturam lá e mantem a cidade aqui… a cidade baiana contribui e muitos com o desenvolvimento aqui.

  3. Filas como as do Atacadão e Assai de Juazeiro, só existem aqui, podem ir a qualquer cidade que tem essas lojas que não verão esse tumulto. Então cabe sim outra rede em Petrolina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome