Arcoverde: Barragem acumula água e município tem rodízio de abastecimento reduzido no mês de junho

Com as últimas chuvas que caíram na região da Barragem Riacho do Pau, que atende a cidade de Arcoverde(PE), no Sertão do Moxotó, o manancial, que estava completamente seco, conseguiu acumular água e atingiu 6,8% da sua capacidade de armazenamento, que é de 16,8 milhões de metros cúbicos de água. O volume foi suficiente para a Compesa voltar a retirar água da barragem e reduzir, neste mês, o rodízio de abastecimento para a população de Arcoverde, no Sertão do Moxotó. O calendário especial, que prevê cinco dias com distribuição de água e dez dias sem, passou a valer ontem (8), e segue até o final de junho, período que acontecem os tradicionais festejos de São João em Arcoverde.

Antes, os 62 mil moradores da cidade estavam sendo abastecidos com o regime de seis dias com água e 21 dias sem. Para diminuir o rodízio em junho, a Compesa somou a vazão da Barragem Riacho do Pau ao volume já fornecido pela bateria de poços localizada na Bacia do Jatobá, na Fazenda Frutuoso, em Ibimirim. O nível da barragem será monitorado durante este mês de junho.

Solução

A solução definitiva para ampliação da oferta de água para a cidade é a obra estruturadora da Adutora do Moxotó, primeira ligação do canal do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco com o Agreste pernambucano. As obras da adutora estão sendo executadas em ritmo acelerado, com seis frentes de trabalho simultâneas, para implantar 70 quilômetros de adutora (600 milímetros de diâmetro), três estações de bombeamento e a captação na Barragem do Moxotó, localizada no distrito de Rio da Barra, em Sertânia. A Adutora do Moxotó vai operar com uma vazão de 450 l/s para levar água até a Estação de Tratamento de Água (ETA), em Arcoverde, e regularizar o abastecimento de oito cidades: Arcoverde, Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Bento do Una e São Caetano. Juntas, as cidades somam uma população de mais de 300 mil pessoas. A previsão da Compesa é concluir o empreendimento até o final deste ano. (foto/divulgação)

Concurso em Juazeiro vai premiar melhores obras de arte que abordam o tema socioambiental

Em comemoração à Semana Mundial do Meio Ambiente, o Programa Escola Verde lançou um Concurso de Arte Ambiental. O objetivo é selecionar e premiar as melhores obras, em diferentes modalidades, que abordam o tema socioambiental, desenvolvidas por alunos e professores de escolas públicas da região do Vale do São Francisco.

A inscrição poderá ser feita individualmente ou em equipe, até o dia 10 de setembro, através do envio da ficha de inscrição e do Termo de Responsabilidade para o e-mail: concursodearteambiental@gmail.com. O certame irá premiar os melhores trabalhos com tablets, mochilas, livros, troféus, medalhas e certificados.

A primeira etapa deverá ocorrer até o dia 30 de outubro e a segunda no dia 23 de novembro, durante o 3º Congresso Brasileiro de Educação Ambiental Interdisciplinar, no Complexo Multieventos da Universidade Federal do Vale do São Francisco, em Juazeiro (BA). O edital pode ser conferido acessando aqui.

Escola técnica promove ação integrada de educação ambiental no principal cartão-postal de São José do Belmonte

Principal cartão-postal da cidade de São José do Belmonte (PE), no Sertão do Pajeú, o Sítio Histórico Pedra do Reino recebeu uma ação integrada de educação ambiental. Com o objetivo de conscientizar a respeito da importância de preservar os recursos naturais locais, alunos, professores e a coordenação pedagógica da Escola Técnica Estadual (ETE) Pedro Leão Leal realizaram nesta semana a limpeza do local, que é visitado por brasileiros e estrangeiros.

O Sítio Histórico Pedra do Reino fica no topo de uma serra e é um ponto bastante visitado por quem chega à cidade. Além de ações como esta, a Escola vem realizando diversas outras atividades em diferentes localidades do Município, envolvendo as mais distintas áreas do conhecimento. (foto/divulgação)

Encontro promovido pela Fundaj debaterá em Juazeiro cenário atual e perspectivas para semiárido e educação

O município de Juazeiro (BA) sediará na próxima semana – dias 12 e 13 de junho – um encontro cujo tema será “Semiárido e Educação: ontem, hoje e perspectivas”. O evento será realizado no auditório multieventos da Universidade do Vale do São Francisco (Univasf).

A proposta é reunir 25 pessoas vinculadas à área da educação e contar suas experiências nos diferentes contextos do semiárido brasileiro. Ao final da reunião, um documento será formulado para propor algumas ações e encaminhado ao Ministério da Educação, tendo como objetivo a criação de uma política pública para desenvolver novas perspectivas para a região.

Durante os dois dias do evento, serão apresentadas experiências educacionais que obtiveram êxito e que serão referências para a base da proposta apresentada ao MEC. “Foram mais de 72 convidados, mas ainda não há o número exato de escolas que serão contempladas com a proposta”, disse Janirza Cavalcanti, pesquisadora da Fundaj e uma das organizadoras do evento.

As soluções que serão encontradas após as apresentações dos trabalhos se baseiam na Educação Contextualizada, proposta desenvolvida pelo educador Paulo Freire. “A Educação Contextualizada é uma forma de ensino que aproxima a cultura da região com a pessoa que aprende. É um ensino revestido da identidade do aluno”, explicou Edilene Pinto, pesquisadora e uma das organizadoras do encontro.

Na opinião do professor adjunto e coordenador do programa de pós-graduação em Educação da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Edmerson dos Santos Reis, a proposta de Paulo Freire é importante porque devolverá ao aluno do semiárido o conhecimento da sua própria cultura com narrativas hegemônicas que desconsideram os contextos e suas singularidades. “Queremos acabar com a única ordem, uma única perspectiva de construir o saber, disseminando uma sociedade única que subverte os valores, as histórias, a cultura e os sujeitos a um modelo predador de desenvolvimento alienante”, afirmou o professor. A programação do evento pode ser conferida no link encontro Fundaj em Juazeiro.

SAAE de Juazeiro inicia levantamento em ETAs para melhorar abastecimento d’água na cidade

O Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro (BA) iniciou um levantamento em algumas Estações de Tratamento de Água (ETAs) na cidade, que estão necessitando de reparos. O objetivo é melhorar ainda mais o fornecimento d’água à população.

Uma equipe técnica está elaborando os projetos de recuperação nas ETAs das comunidades NH3, NH1, NH2, São José e Quipá (região de Itamotinga, na zona rural) Jardim Primavera, Lagoa e Rodeadouro.  Os engenheiros do SAAE já estiveram nesses locais fazendo todo o levantamento e, em breve, os trabalhos serão iniciados.

O órgão municipal informou ainda que, por conta da obra de esgotamento sanitário em execução, alguns pontos acabam extravasando e provocando alagamentos. A Rua 01 do Loteamento Prolar, no Bairro Piranga, já estava na programação de atendimento e, ainda nesta quarta-feira (7), o serviço será executado. (Foto/arquivo divulgação PMJ)

 

Acesso a Floresta recebe serviços de conservação


Serão concluídos na próxima sexta-feira (9), os serviços de conservação que estão sendo realizados no trecho de 2,5 quilômetros de extensão do principal acesso ao centro urbano de Floresta, Sertão do Itaparica.

A iniciativa, que atende o pleito da população, conta com recursos de R$ 1,6 milhão oriundos do Ministério dos Transportes.  A ação vai melhorar a trafegabilidade da via e reforçar a segurança dos usuários. O trecho beneficiado recebe fluxo intenso de veículos leves e pesados. A iniciativa  beneficiará mais de 32 mil sertanejos.

Durante a execução dos serviços, funcionários estão atuando no monitoramento e controle do fluxo de veículos, por meio do sistema pare-siga, com intervalo aproximado de cinco minutos na inversão do tráfego.

Limpo há um mês pela prefeitura, terreno em área central de Petrolina já virou ‘depósito’ novamente

É desnecessário afirmar que a prefeitura municipal tem o dever de cuidar da cidade. Mas não custa nada lembrar que todos os cidadãos também precisam fazer sua parte. Em Petrolina, no entanto, nem todos estão fazendo.

Prova disso é a foto acima. Esse terreno, localizado nas imediações da filial de uma igreja, da Junta Comercial de Pernambuco (Jucepe) e de uma unidade da AME, na área central da cidade, foi limpo há um mês pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade. Mas nem parece. E graças à falta de educação e de cidadania de alguns.

“Isso envolve despesas para o nosso bolso. Por incrível que pareça, tinham dois homens podando as árvores da igreja católica e jogando as folhas no terreno do lado”, desabafa um leitor, que aproveita a oportunidade para solicitar da prefeitura providências no sentido de pressionar os donos de terrenos na cidade. “Não me conformo que os nossos governantes não obriguem os donos a murar seus terrenos”, completa.

Interligação entre bacias do Tocantins e São Francisco dá mais um passo para sair do papel

Como já havia adiantado ao Blog, o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) participou de uma reunião no dia de ontem (5) com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, sobre a interligação das bacias dos Rios Tocantins e São Francisco. Acompanhado de sua equipe técnica, Barbalho apresentou ao socialista o Projeto de Viabilidade de Revitalização do Rio São Francisco, elaborado pela empresa EngeSoft Engenharia nos parâmetros do Projeto de Lei nº 6569/88, de autoria do deputado socialista. (mais…)

Enquanto isso…

Dia Mundial do Meio Ambiente: O Rio São Francisco precisa sobreviver

Ecologicamente correto: No Dia do Meio Ambiente, River Shopping distribui sacos recicláveis a condutores de veículos

No Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), qualquer ação que faça as pessoas pararem um minuto para refletir sobre a importância de preservar o planeta, já é suficiente. O River Shopping, em Petrolina, vem fazendo sua parte.

Os condutores de veículos que foram nesta segunda-feira ao centro de compras, receberam na entrada um saquinho reciclável de lixo. A iniciativa, além de ser ecologicamente correta, também serve como forma de conscientização e educação ambiental.

Recentemente, o River inaugurou uma estação de tratamento do esgoto e possui também pontos de recolhimento de pilhas e baterias usadas de celulares. Um fica em frente ao Hiper Bompreço, e o outro dentro da Loja da C&A.

‘Velho Chico’ recebe 20 mil alevinos no Dia Mundial do Meio Ambiente

A Prefeitura de Petrolina e a 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São  Francisco e do Parnaíba) promoveram, nesta segunda-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, uma ação para garantir mais vida ao principal cartão postal da Capital do Sertão. O ‘Velho Chico’ recebeu 20 mil alevinos da espécie nativa piau. A iniciativa faz parte do projeto ‘Orla Nossa’ – iniciativa da Prefeitura que tem realizado uma série de atividades, desde março, para a revitalização do rio.

Participaram do ato o prefeito Miguel Coelho, o superintendente da Codevasf, Aurivalter Cordeiro, técnicos da Companhia, pescadores da região e alunos da escolas públicas do município. “O rio estava doente, com nível crítico de poluição e tomado por baronesas. Hoje, essa realidade está mudando, mas é necessário continuar defendendo o nosso Velho Chico. Contamos com parcerias e com a sociedade para essa tarefa de preservação diário do rio”, contou Miguel.

Antes do início do Orla Nossa, o rio, no trecho margeado por Petrolina, estava tomado por mais de 4 mil toneladas de baronesas. Os técnicos da Prefeitura e Codevasf constataram um nível crítico de oxigênio, pH, salinidade entre outros indicadores. Com o fechamento de parte das ligações clandestinas de esgoto e remoção de mais de 1 mil toneladas de baronesa, os índices tiveram melhoria significativa. A oxigenação do rio subiu 500%, saindo 1,0 mg/L para 8,1 mg/L. Os indicadores de pH, salinidade, turbidez e transparência também melhoraram.

Com o avanço da qualidade da água, foi possível dar início a nova etapa do projeto, que é o repovoamento com os peixes. “Ainda não é o momento de comemorar, mas de conscientizar. Com o nível de oxigênio melhor, pudemos fazer esse peixamento e dar um grande passo para revitalizar nosso rio“, ressaltou Victor Flores, gerente de Projetos da Agência Municipal de Meio Ambiente. O projeto Orla Nossa é encabeçado pela Prefeitura de Petrolina e envolve ainda o IF Sertão-PE, Exército Brasileiro, Compesa e Codevasf. As ações permanecem durante o ano, com a retirada das baronesas, fechamento de ligações de esgoto e o processo de oxigenação das águas do Velho Chico. (Foto: Ascom PMP)

Ministério das Minas e Energia passa a contar com carro elétrico

O Governo Temer instituiu o carro elétrico em sua equipe, e o primeiro a utilizar o veículo será o ministro Fernando  Filho (Minas e Energia). O automóvel foi entregue nesta segunda (5), fruto de uma parceria entre a Itaipu Binacional e o MME.

Além do carro elétrico, também foram inaugurados dois eletropostos. “Hoje, no Dia Mundial do Meio Ambiente, damos mais um passo na direção do desenvolvimento sustentável que o Brasil precisa”, disse o ministro, lembrando-se do acordo assinado no final de 2015, em que o país se comprometeu a expandir o uso doméstico de energia gerada por fontes renováveis, além da energia hídrica, para ao menos 23% da matriz elétrica e a participação de bioenergia para 18% na matriz energética, até 2030. (Foto/divulgação)

Deputados participam de audiência pública em Afogados da Ingazeira sobre defesa da caatinga

Com o tema “Caatinga: Guardiã da Vida do Semiárido”, uma audiência pública irá movimentar a cidade de Afogados da Ingazeira e municípios vizinhos do Sertão do Pajeú, nesta terça-feira (6), às 8h30. O evento, que acontecerá no Cine Teatro São José, terá a presença dos deputados estaduais Edilson Silva (PSOL) e Odacy Amorim (PT), convidados pelas organizações da sociedade civil.

Na ocasião serão debatidos os problemas do bioma, entre eles a devastação das matas ciliares; a seca das fontes de água; a falta de tratamento adequado do lixo; e o desmatamento descontrolado da caatinga através das queimadas e da extração ilegal de madeira, que trazem consequências desastrosas para a vida humana e as diversas espécies animais e vegetais.

A programação faz parte da 15ª edição da Semana do Meio Ambiente (Semeia), uma campanha que busca conscientizar a população sobre a importância da manutenção do bioma Caatinga como fundamental para a preservação da vida, além de estimular o combate aos crimes contra o meio ambiente, mostrando os principais espaços seguros para denunciar. (Com a colaboração de Anchieta Santos/para o Blog)

ANA diz que reduções de vazão do São Francisco já representam ‘economia’ no Lago de Sobradinho

Desde o ano de 2013, as reduções de vazão do Rio São Francisco já economizaram mais da capacidade d’água de todo o Lago de Sobradinho, no norte da Bahia. A informação é da Agência Nacional de Águas (ANA), que autorizou a vazão média mínima mensal de defluência de 600 metros cúbicos de água por segundo (m³/s) em Sobradinho e em Xingó (SE). A redução entrou em vigor no último dia 29 de maio. A liberação para a redução também foi dada pelo Ibama.

As reduções foram feitas de maneira paulatina do patamar de 1.300m³/s para os atuais 600m³/s. Caso as medidas não fossem adotadas, já em novembro de 2014 teria sido atingido o zero operacional em Sobradinho, ou seja, o chamado Volume Morto. As operações especiais economizaram cerca de 35 bilhões de m³ até agora, mais da capacidade de todo o reservatório de Sobradinho“, disse a ANA.

Para aumentar a economia de água na Bacia do São Francisco, que já está no período seco do ano, a ANA propôs uma série de medidas que inclui a suspensão completa das captações para todos usos na Bacia uma vez por semana, com exceção do abastecimento público, cuja captação não será interrompida, por se tratar de uso prioritário, conforme legislação (Lei 9.433/97).

A data sugerida para o início da suspensão semanal da captação na bacia do são Francisco é dia 14 de junho. Antes de serem confirmadas, as medidas voltarão a ser avaliadas nas duas próximas reuniões semanais de monitoramento da Bacia do rio são Francisco, marcada para esta segunda-feira (5) e no próximo dia 12 de junho. (foto/reprodução)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br