Zé Batista afirma que FBC está sendo vítima de estelionato em Petrolina

5

zé batista

O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) pode estar sendo vítima de um crime de estelionato em Petrolina. A grave denúncia foi feita a este Blog pelo vereador José Batista da Gama (PDT). Segundo ele, pessoas estariam falsificando a assinatura do senador para obter benefícios financeiros em cima da ocupação de lotes residenciais no bairro Vila Eulália, zona norte de Petrolina. Na época (em 2005), Fernando Bezerra exercia seu terceiro mandato à frente da prefeitura.

O que chamou a atenção de Zé Batista foi um dos documentos, assinado pelo então prefeito, referente ao lote nº 33 da quadra 5, em nome da comunitária Riselda Gama Lima, o qual foi entregue em 2006 e se baseou numa lei municipal de 1976. Até aí, tudo normal. Mas o vereador teve acesso a um documento similar – e claramente forjado – no qual a entrega do lote de mesmo número, ocorrida em 2005, é baseada na Lei 1.206 de 2008.

“Ora, como você pode se reportar a uma lei de 2008, quando o lote foi entregue no dia 14 de setembro de 2005?”, questiona Zé Batista, assegurando que a assinatura do então prefeito, nesse segundo documento, foi falsificada.

Para reforçar seus argumentos, ele afirma que a referida lei 1.206, na verdade, não é do ano de 2008, mas de 2002, e se refere à denominação da Rua Felipe Nunes, na mesma comunidade. “É tão grosseiro que não se preocuparam nem em saber que lei era essa, se era denominação de rua, nome de praça ou se tinha a ver com distribuição de lotes”, completou.

Desconfiança

Zé Batista fez questão de deixar claro que essa prática estaria sendo feita sem o conhecimento do atual prefeito Julio Lossio (PMDB), mas disse ter quase certeza de que o estelionato acontece por meio de pessoas da administração, que lidam com a regularização de terrenos, “em detrimento do patrimônio público”.

Bem ao seu estilo, o vereador afirmou que esse crime tem não só o objetivo de “roubar” os cofres municipais, como também prejudicar o nome do senador Fernando Bezerra. Ele informou ao Blog que FBC já está sabendo do ocorrido e teria ajuizado, através do seus advogados, uma ação contra o erário municipal para esclarecer os fatos. A reportagem vai entrar em contato com a assessoria da prefeitura sobre o assunto.

documento lotes vila eulália

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome