Violência nas estradas é maior do que em 2007

por Carlos Britto // 30 de dezembro de 2008 às 14:19

O final de ano de festas de 2008 tem sido mais violento do que de 2007 pelas estradas baianas. No período de recesso natalino, de 24 a 28 de dezembro, o número de acidentes subiu de 132 para 152, acréscimo de 15,15%, em comparação ao ano passado, quando o recesso foi de 22 a 25 de dezembro.
Houve uma morte a mais: 13 pessoas morreram. A violência foi ainda maior quando consideradas apenas as estradas estaduais. O número de óbitos aumentou 133,3%, saindo de três em 2007 para sete acidentes fatais em 2008. E os acidentes com feridos graves cresceram 500%, de dois para 12 sinistros. Nas federais, o número de mortes caiu: desceu de nove para seis óbitos.
A Polícia Rodoviária Estadual, em nota enviada à imprensa, lamentou os números e imputou ao motorista o crescimento da violência das estradas, devido ao elevado número de infrações graves. A imprudência ao volante também é apontada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) como a grande vilã. Segundo o inspetor Adirlei Hiroshi, superintendente interino da PRF na Bahia, a maioria dos acidentes acontece à luz do dia, em pista seca e em retas, ou seja, em boas condições de tráfego.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.