Vereadores de Petrolina se reúnem com representantes do Sanatório de Juazeiro para tentar evitar fechamento

2
Foto: divulgação

Os vereadores de Petrolina Major Enfermeiro, Zenildo do Alto do Cocar, Gilberto Melo e Cristina Costa se reuniram nesta quarta-feira (7) com as diretoras do Sanatório Nossa Senhora de Fátima, Maria Olívia Dewilson Oliveira e Ivonete de Souza Silva Melo, para buscar soluções e evitar o fechamento da unidade, que atende 53 municípios da Rede PEBA (Pernambuco-Bahia), além do Piaui. O encaminhamento dado foi marcar encontros com o Ministério Público Federal (MPF), secretárias municipais de Saúde e prefeitos dos dois municípios.

Os vereadores também pretendem marcar uma audiência pública para chamar os municípios da Rede PEBA que encaminham paciente ao Sanatório nossa Senhora de Fátima, localizado em Juazeiro.

Para cobrir as despesas de folha de pagamento, remédios e empréstimos durante o período que a entidade estava sem receber verbas, o sanatório gasta em média R$ 250 mil por mês. Desses recursos, R$ 113 mil são provenientes do governo federal. O restante era repassado até janeiro de 2019 pela Prefeitura de Juazeiro.

Dos 82 pacientes internados, de julho para cá, 25 foram dispensados por falta de recursos. Os 57 restantes podem ser dispensados porque o sanatório não tem como se manter apenas com os recursos atuais. Um total de 30% dos pacientes é de Juazeiro e 15% de Petrolina. Os outros, dos municípios da rede PEBA, que apenas encaminham os pacientes e não repassam nenhum recurso ao hospital psiquiátrico. A folha de pagamento do sanatório gira em torno de R$ 90 mil e os profissionais também podem ser demitidos com o fechamento da unidade de saúde mental. A preocupação é das dezenas de famílias que não têm onde tratar os pacientes na rede privada.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome