Vereadores de oposição não chegam a um consenso sobre nova liderança e Gilmar Santos declara: “Péssimo começo”

1
Foto: Reprodução

Após algumas semanas de indefinição sobre qual dos vereadores da oposição em Petrolina (PE) seria o novo líder do grupo, as tentativas para entrar em um acordo foram de água abaixo. O vereador professor Gilmar Santos (PT) disse que não vai mais seguir construindo com os outros três vereadores – Elismar Gonçalves (PODE), Samara da Visão (PSD) e Marquinhos do N-4 (PODE). O motivo? Dificuldade de comunicação interna.

Segundo Gilmar, a ausência do vereador Elismar nas reuniões e a falta de um acordo entre eles provocou o seu rompimento com o grupo. “Sabendo que os três colegas são de partidos de direita, a quem desejamos boa sorte, seguiremos a nossa atuação por Petrolina, dialogando com todos os parlamentares e, principalmente, com a nossa população, enquanto Oposição de Esquerda”, declarou.

Durante as conversas, houve também a proposta de um rodízio de liderança e sorteio dos nomes, já que não se chegava a nenhum acordo. No entanto, os vereadores Marquinhos e Elismar não concordaram com a ideia. Diante de tudo isso, não se sabe se os outros três oposicionistas ainda irão definir um representante ou não.

Respeitamos a decisão e compreendemos de que não há interesse dos três vereadores em construir consensos a partir de condições razoáveis, mas em se fazer uma maioria que decide sem pensar no coletivo, inclusive com decisões até mesmo sem a presença de quem está decidindo. Para nós é um péssimo começo”, concluiu Gilmar Santos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome