Vereadores aprovam quase R$ 1 bilhão de previsão orçamentária para Prefeitura de Petrolina em 2020

3
Crédito: Jean Brito/Ascom CMP divulgação

A votação do projeto referente à Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício 2020, enviado pelo prefeito de Petrolina Miguel Coelho à Casa Plínio Amorim, foi aprovado na sessão plenária de ontem (3) mantendo o ritmo dos últimos três anos do governo municipal. A matéria foi aprovada, sem problemas, por unanimidade (22 votos a zero).

Para o ano, Miguel Coelho terá uma previsão de investimentos de R$ 948 milhões – dentro da LOA. O projeto recebeu 378 emendas, mas só passaram também as que os governistas acreditaram ser pertinentes. Duas emendas modificativas da bancada do PT na Casa, formada pela vereadora Cristina Costa e pelo Professor Gilmar Santos, propondo a redução de 40% para 20% no remanejamento orçamentário pelo qual Miguel pode fazer sem pedir autorização aos vereadores, foi barrada.

Na mesma sessão a Casa também aprovou, pela mesma quantidade de votos, a revisão do Plano Plurianual (PPA), que serve para a implementação de políticas públicas que irão nortear as ações do governo municipal pelos próximos quatros anos. Para o financiamento do PPA 2018/2021, foi estimada a receita de R$ 3.429.663.948,00.

3 COMENTÁRIOS

  1. É bom deixar bem claro previsão não quer dizer que tem dinheiro, para depois os vereadores saírem dizendo que aprovaram 1 bilhão para o prefeito gastar ,tem que entrar o dinheiro primeiro aí ele está liberado pra gastar na cidade ou botar no bolso sem fiscalização pois a câmara permitiu.

  2. Com tanto imposto que esse prefeito aumentou em 3 anos, essa arrecadação deve ter batido recorde. É menos dinheiro no bolso do petrolinense, mais dinheiro na mão da caixa econômica, com os mais de 600 milhões que irá receber com os empréstimos milionários que o prefeito fez. Nunca um asfalto, umas rotatórias e umas ciclovias custaram tão caro em Petrolina.

  3. Falou tudo….
    Como diria Lula, Nunca na história desta cidade uma rotatória com algumas Pedras intertravadas e uns tapetes de gramas custaram tão caro aos cofres públicos…
    Meu Deus!
    Acorda Petrolina…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome