Vereador solicita audiência pública para debater moto táxi em Petrolina

por Carlos Britto // 31 de março de 2009 às 09:23

Não é mais apenas a imprensa que cobra uma posição das autoridades públicas em relação ao moto táxi em Petrolina. Para muita gente, o silêncio aflitivo dos poderes ajudou a transformar o moto táxi num monstro fora de controle. Por esta razão o vereador Alvorlande Henrique (PTC) solicitou uma audiência pública na Casa Plínio Amorim com as presenças de representantes da EPTTC e da Promotoria Pública. Além do sindicato, já são três as cooperativas de moto taxistas na cidade, o que já provoca conflitos por disputas de pontos. “Sou a favor do serviço, mas de forma disciplinada”, justifica Alvorlande.

Vereador solicita audiência pública para debater moto táxi em Petrolina

  1. PETROLINA NÃO PODE ESPERAR! disse:

    É um absurdo isto que vem acontecendo em nossa Cidade em relação ao os MOTOTAXISTAS, se isto é ilegal perante a Lei por que tanto discurso então, e se é LEGAL porque não funciona com organização, tem um Presidente de uma dessa cooperativa que parece o dono da cidade sempre se expressa na 1ª pessoa “EU” crei, “EU” fiz, desafia a todos, pasma senhoras até mesmo as autoridades este moço desafia, então o VEREADOR tem toda razão, está agindo corretíssimo em solicitar uma audiência publica e resolver por vez toda esta celeuma.

  2. ATENTO disse:

    Petrolina precisa é de transporte coletivo de qualidade… mototáxi nunca foi e jamais será solução… isto é um arremedo, que, por falta de fiscalização e aquiescência dos poderes constituídos, se alastrou feito rastilho de polvorosa… explodindo no caos que se transformou o trânsito em nossa cidade. Vereador solicita audiência pública, mas já declara que é a favor do mototáxi, isto é brincadeira!

  3. ROBSON PATRÍCIO disse:

    Até quando nossos políticos irão continuar na velha politicagem, pois o povo precisa de políticas sérias, o problema esta ai e ninguém toma a iniciativa de resolver o problema, e faço mais uma vez a indagação, na quebra de transporte público coletivo, como ficaria a situação das crianças da APAE, dos idosos, dos portadores do HIV e dos deficientes físicos, que se utilizam de forma gratuita do serviço? Quem passaria a atender estas necessidades? É preciso que vejamos o hoje pensando no futuro, analisando quais as conseqüências que estarão por vir. Espero que a audiência pública na câmara não tenha o cunho de promoção politica!!!!!!

  4. tabareo disse:

    Irresponsabilidade ao extremo o moto taxi é ilegal e ponto.
    Os politicos só querem o que é ilegal.
    O transporte publico é o certo.
    Será possivel que eles não entendem????
    Se o atual prefeito prometeu legalizar é um irresponsavel e criou
    um problema para a cidade gravissimo.
    Os vereadores não tem competencia para resolver saiam dessa

  5. Pedra Linda disse:

    No meu entendimento, jamais deveria ser permitido este serviço de mototáxi, na verdade é um desserviço à população. É um meio de transporte perigoso até para o condutor, quanto mais para o usuário.

  6. zangao disse:

    Cuidado// quem se coloca contra corri um grande risco,pois, seu milton com seus motoqueros, estao fazendo até formação de milícia,o proprio afirmou em programa de radio,que se policia não resove eles mesmo resove.Olhe o perigo que nossa cidade está correndo. o coperativismo deles é muito grande .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *