Vereador Manoel da Acosap reclama de burocracia para vacinação em Petrolina; prefeitura esclarece

4

Uma reclamação tomou conta das redes sociais, dos grupos de WhatsApp e também da sessão da Câmara de Vereadores de Petrolina nesta terça-feira (20). Trata-se do cadastramento para receber a vacinação contra a Covid-19 no município. Alguns leitores procuraram o Blog para relatar dificuldades para conseguir efetuar o cadastramento e houve até repúdio da vereador Manoel da Acosap na sessão plenária, ao que ele chama de “falta de respeito“.

Os leitores relataram falta de habilidade para manuseio da internet, confusão com as informações fornecidas pelo site e viagens perdidas aos pontos de vacinação por falta de cadastramento. Para o vereador Manoel da Acosap, “é desumano obrigar um idoso, que não sabe nem fazer um email, mexer em site para fazer um cadastro“. “Nós vamos produzir um ofício e pedir explicações à Secretaria de Saúde. Como é que eu vacino em um dia, recebo uma carteirinha com a data de retorno, quando eu volto, me cobram um cadastro? Cadastro de quê?”, questionou.

O parlamentar seguiu pontuando as dificuldades que algumas pessoas têm enfrentado. “Como é que eu vou cobrar um cadastro de uma plataforma que exige e-mail e outros apetrechos de um semi-analfabeto, de um trabalhadador rural que não sabe manusear um aparelho de informática, se dentro da secretaria de Saúde tem todo macanismo para fazer isso? A secretaria tem uma empresa de Recife que opera o sistema SUS, o prefeito tem feito um trabalho belíssimo, mas que aponte o responsável, pois está deixado a desejear. Tem idosos desesperados, pagando R$ 3 à R$ 5 reais para fazer um cadastro e o sistema ainda diz que não há vaga”, declarou.

Nota

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde de Petrolina informou que, desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, vem orientando a população para a realização do cadastro na plataforma ’tisaude’ e reforçou que o cadastro não é agendamento, é apenas para evitar aglomerações nos pontos de vacinação na hora de procurar os dados de cada pessoa.

Confiram na íntegra:

O cadastro, que dura menos de 5 minutos, agiliza o processo durante a aplicação das doses e possibilita maior controle do número de pessoas que fazem parte dos grupos prioritários, inclusive, evitando aglomeração nos polos. É importante ressaltar que o cadastro é único, ou seja, a plataforma não autoriza dois cadastramentos com o mesmo CPF ou cartão do SUS.

Para o recebimento da segunda dose dos idosos com o aprazamento para esta quarta-feira, dia 20, a secretaria esclarece que é necessário apenas estar cadastrado na plataforma, não sendo necessário o agendamento. Quem já fez o cadastro anteriormente, basta escolher o polo mais próximo da sua residência e completar o esquema vacinal.

Vale destacar que a Comissão de Saúde da Câmara agendou uma reunião para tratar desse e de outros assuntos relacionados à vacinação, para esta sexta-feira (23) às 9h, com a secretária de Saúde Magnilde Albuquerque.

4 COMENTÁRIOS

  1. Justamente isto vereador, bela iniciativa da denúncia, hj passei no centro onde estava vacinando e vi uma indagação de uma senhora por volta de 80 anos querendo tomar a segunda dose da vacina e teve que voltar pois nao teria efetuado o cadastro novamente!!!

    Parabéns pela denuncia!!

  2. Realmente, uma desorganização total. Levei minha mãe para tomar a primeira dose foi super rápido sem aglomeração.
    Hoje a levei para tomar a segunda dose, foi um túmulo uma aglomeração total, falta de informação para as pessoas que não tem abilidade com as ferramentas da internet.
    Agredito que a secretária de saúde achou ruim a organização da primeira vacina e resolveu complicar na segunda dose.

  3. Estão todos mentindo, principalmente o vereador,na mídia Petrolina é um exemplo na saúde, educação, segurança e trabalho para sociedade.

  4. Parabenizo ao vereador Manoel da Acosape pela iniciativa em solicitar esclarecimento à Secretaria de Saúde de Petrolina sobre o agendamento para os idosos acima de 85 anos receberem a segunda dose da vacina. Meus pais receberam a primeira dose da vacina sem problemas. A agente de saúde do bairro nos informou que não havia necessidade de cadastro. Só precisava comparecer ao IGEPREV. Eles receberam um cartão para tomar a segunda dose da vacina no próximo dia 28 de abril. Diante da obrigatoriedade do cadastro, tentei fazê-lo e, na hora do agendamento, consta lá que não dispõe mais de vaga. Outra coisa, no cadastro, que solicita muitas informações, não aparece nenhum local para a gente colocar que a pessoa já tomou a primeira dose nem o tipo da vacina. Solicito ao nobre vereador Manoel da Acosape e a você, Carlos Brito, que vejam com os responsáveis uma maneira decente para tratar os idosos já que, ao entregarem o cartão com a data da segunda dose, criaram expectativa.

    .

    .

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

2 − um =