Um dia após trágica morte de motociclista, moradores do Perímetro Senador Nilo Coelho fazem protesto por melhorias em estrada

0

Um dia após um trágico acidente entre o N-1 e N-3 do Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho, zona rural de Petrolina, que acabou tirou a vida de Geovânia Pereira dos Santos Silva, de 44 anos, moradores da área decidiram protestar na manhã de hoje (5) bloqueando um trecho da estrada de acesso aos núcleos irrigados. Eles cobram das autoridades competentes melhorias na pista, que se encontra bastante esburacada.

A comunidade alega que outros acidentes como o de ontem estão ocorrendo com frequência, sem que medidas sejam adotadas para evitá-los. Os manifestantes usaram pneus velhos e restos de árvores, entre outros materiais, para interditar a pista. A Polícia Militar (PM) foi acionada ao local, mas não houve registros de incidentes.

Geovânia faleceu depois que a motocicleta conduzida por ela bateu na traseira de outro veículo, que provavelmente tentava se esquivar dos buracos. Com a colisão, ela caiu no lado da pista oposta, sendo atropelada por um ônibus, e morreu na hora.

Presidente do Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina (STTAR), Lucilene Lima – a ‘Leninha’ – foi uma das que reforçaram o protesto. Ela lamentou que, até hoje, as ações feitas para minimizar o problema sejam apenas “paliativas”. Ela frisou também que, apesar de a rodovia ser de responsabilidade do Estado, a população não pode pagar pela ausência do poder público. Em entrevista ao Programa Carlos Britto, na Rural FM, Leninha destacou que vai organizar uma comissão de moradores e colonos dos núcleos irrigados para pressionar pelo recapeamento asfáltico da pista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome