TSE nega pedido das Forças Armadas sobre documentos de eleições anteriores

por Carlos Britto // 09 de agosto de 2022 às 07:54

Foto: Marcelo Camargo/AgBr

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou um pedido das Forças Armadas para acessar documentos das eleições de 2014 e de 2018. A negativa consta em resposta enviada nesta segunda-feira (8) ao ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, que em junho havia solicitado o compartilhamento dos arquivos.

O retorno é assinado pelo ministro Edson Fachin, presidente do TSE, e acompanhado de justificativas e informações prestadas pela área técnica do tribunal.

O anexo afirma que as entidades fiscalizadoras do processo eleitoral, como as Forças Armadas, “não possuem poderes de análise e fiscalização de eleições passadas, não lhes cumprindo papel de controle externo do TSE“. Também lembra que o prazo para pedir acesso ao material está encerrado.

O regramento estabelece a data de 13/01/2015, para as eleições 2014, e de 17/01/2019, para as eleições de 2018, como prazo limite para apresentação do pedido. Sendo assim, indeferem-se os pedidos também em razão da intempestividade“, diz o documento.

Em sua resposta, Fachin aproveitou para reiterar que o código-fonte das urnas eletrônicas está aberto desde outubro de 2021. Na semana passada, o Ministério da Defesa pediu acesso “urgentíssimo” ao código.

Encontro

O presidente do TSE também disse que o “primado da transparência” desaconselha “espaços institucionais reservados ou reuniões que estejam fora do plano de ação aprovado pela Comissão de Transparência das Eleições“. Mesmo representados na comissão, os militares chegaram a tentar um encontro fechado com Fachin, o que foi negado pelo ministro. “O Tribunal Superior Eleitoral avança na preparação das eleições íntegras, seguras e pacíficas que se concretizarão em 55 dias”, concluiu o ministro. (Fonte: JC Online)

TSE nega pedido das Forças Armadas sobre documentos de eleições anteriores

  1. PENSADOR disse:

    Resumindo, o resultado das eleições será duvidoso. Não se trata apenas da eleição do próximo Presidente, trata-se da Soberania Nacional, a Nova Ordem Mundial não quer como Presidente o Jair Bolsonaro, por que? simples, o Presidente Bolsonaro não abre mão da nossa Soberania. Na hora que o George Soros e outros tomarem conta da Amazônia, em menos de 2(dois) anos as populações indígenas serão exterminadas.

  2. Marcos disse:

    Você deveria procurar urgentemente um tratamento, está precisando, não é, E NUNCA FOI, PAPEL DE MILICOS FISCALIZAR ELEICOES, o sr entendeu ou.prefere que DESENHE.

  3. Defensor da liberdade disse:

    A milicada ganhou mais mordomias com Bolsobosta, agora vem com essa de fazer papel de ministério público eleitoral.

  4. FORA PTRALHAS disse:

    BANDO DE IDIOTAS, ESTES ACIMA, QUE SE POSICIONAM CONTRA UM PRINCÍPIO BÁSICO E ESSENCIAL À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, A PUBLICIDADE, É CLARO, REPRESENTADA PELA TRANSPARÊNCIA.
    E ENGANA-SE(PORQUE QUER) QUEM NÃO SABE QUE UMA DAS MISSÕES E PRERROGATIVAS DAS FORÇAS ARMADAS É JUSTAMENTE INTERFERIR QUANDO OS PODERES ESTÃO DESRESPEITANDO A LEI MÁXIMA, A NOSSA CONSTITUIÇÃO, COMO ESTÃO FAZENDO, OS APADRINHADOS DOS PTRALHAS NO STF!
    SÓ QUEM DEFENDE A FALTA DE TRANSPARÊNCIA É QUEM GOSTA E PARTICIPA DE ATOS DE DESONESTIDADE E CORRUPÇÃO! QUEM TEM MEDO DE TRANSPARÊNCIA É QUEM FAZ O ERRADO!
    FORA COMUNISTAS! ATRASO DE TODA NAÇÃO!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.