TRE começa a distribuição de 23 mil urnas para primeiro turno das eleições em Pernambuco

0
(Foto: Agência Brasil)

O processo de logística que envolve a distribuição das 23 mil urnas eletrônicas a serem usadas no primeiro turno das eleições 2018 em Pernambuco, no domingo (7), teve início nesta quinta-feira (4). Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), os terminais começaram a ser colocados em 350 caminhões e seguirão para os 3.200 pontos de votação, em 184 cidades pernambucanas.

As urnas eletrônicas serão distribuídas a partir de 18 polos de armazenamento que ficam em todas as regiões do Estado. Elas seguirão para as 20.049 seções eleitorais, onde 6,5 milhões de eleitores participarão do pleito.

Os polos de armazenamento ficam nas seguintes cidades: Recife, Vitória de Santo Antão, Carpina, Palmares, Surubim, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Serra Talhada, Petrolândia, Salgueiro, Ouricuri, Petrolina, Jaboatão dos Guararapes, Igarassu, Limoeiro, Belo Jardim, e Afogados da Ingazeira.

Segundo o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-PE, George Maciel, o processo de distribuição é complexo e conta com um sistema capaz de deixar tudo pronto até ao dia da eleição. “Esse é um processo Logístico enorme, mas a gente tem muita segurança nesse preparo”, afirmou.

Segurança

O secretário informou que a ideia é distribuir 75% das urnas na sexta-feira (5) e o restante, no sábado (6). Maciel destacou que o sistema montado pela Justiça Eleitoral garante a segurança das urnas. Segundo ele, os terminais estão devidamente lacrados. Em cada um deles constam dados e fotos de todos os candidatos, além de partidos e coligações, programas de votação e relação dos eleitores de cada seção eleitoral.

Os veículos, que também são lacrados, ficam em um local intermediário pré-determinado, sob escolta da Polícia Militar, até o momento de as urnas serem levadas para os locais de votação”, declarou.

Para reforçar a segurança do pleito, Maciel informou que a partir de sexta todos os locais de votação contarão com segurança da PM. O objetivo é assegurar a integridade física dos terminais de votação. Ele ressaltou, ainda, que todas as urnas foram programadas para funcionar apenas no domingo. “Elas estão com lacres da Casa da Moeda, que contêm substâncias químicas capazes de mostrar casos de violação”, observou. (Fonte: G1-PE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome