Transplantes de coração em PE já superam dados de todo ano de 2016

por Carlos Britto // 31 de agosto de 2017 às 13:30

(Foto: Reprodução)

Até o último dia 23 de agosto, Pernambuco realizou 40 transplantes de coração. O quantitativo já é 5% maior do que todos os procedimentos realizados no ano de 2016, quando foram transplantadas, de janeiro a dezembro, 38 pessoas. No momento, apenas dois pacientes estão em fila de espera. No Estado, esse tipo de transplante é realizado no Hospital Português e no Imip. Esse último é, no momento, o maior centro transplantador de coração do Norte/ Nordeste.

De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), Pernambuco está em segundo lugar no Brasil no número de transplantes de coração, atrás apenas de São Paulo. Os dados são relativos ao primeiro semestre de 2017, quando foram realizados 28 procedimentos (19 em 2016 – um aumento de 47%).

Petrolina

Vale lembrar que, nos dois primeiros meses de 2017, Petrolina foi responsável por captar seis dos dez corações transplantados no Estado. Isso significa que 60% dos procedimentos foram possibilitados pela generosidade dos familiares da região, que autorizaram as doações. A cidade ainda captou 44% dos fígados (8, de um total de  18) e 39% dos rins (18, de um total de 46). Todos os 32 órgãos foram doados por 19 doadores.

A captação em Petrolina é feita pela Organização de Procura de Órgãos (OPO) do Hospital Dom Malan (HDM)/Imip. Apesar de ter sua sede administrativa no HDM, a  OPO faz a procura por potenciais doadores em diversas unidades de saúde de Petrolina, tendo o Hospital Universitário da Univasf (HU) como principal centro de doação.

Transplantes de coração em PE já superam dados de todo ano de 2016

  1. Filósofo disse:

    Grande evolução para Petrolina em ser mero captador de órgãos, quando deveria o Estado implantar um pólo medico de alta complexidade na cidade para que os transplantes sejam feito aqui mesmo na região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *