Tradicional grupo político do Agreste fecha apoio a Lucas Ramos

por Carlos Britto // 18 de junho de 2022 às 18:21

Foto: divulgação

Correndo trecho pelo Estado para tentar chegar à Câmara dos Deputados nas eleições deste ano, O pré-candidato a federal Lucas Ramos (PSB) conquistou o apoio da família Dourado, um dos mais importantes e tradicionais grupos políticos do Agreste de Pernambuco. O ex-deputado estadual Marcantônio Dourado, o ex-prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado, e o deputado estadual Marcantônio Dourado Filho formalizaram a parceria com o ex-secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação para construir um grande projeto para Lajedo e região.

É uma honra ter sido escolhido por lideranças tão expressivas do nosso Estado para representar a população de Lajedo no Congresso Nacional. Temos a certeza de que com a experiência, capacidade de gestão e compromisso dos Dourado, nosso time vai servir à população da forma que ela merece: com qualidade e trabalho sem descanso. Não vamos medir esforços para estruturar projetos e ir buscar em Brasília investimentos que melhorem a vida de todos lajedenses“, celebrou Lucas.

O socialista listou como prioritárias ações para o fortalecimento da Agricultura e Pecuária, ampliação do acesso à água e reforço à infraestrutura viária, melhorando a mobilidade e a logística para gerar emprego e renda.

Já conquistamos um importante investimento estruturador, que é a recuperação dos 47,6 quilômetros da PE-149, ligando Agrestina e Lajedo, passando ainda por Ibirajuba, Altinho e Bonito. O edital já está na rua e os recursos autorizados pelo Governo de Pernambuco são da ordem de R$ 40,1 milhões. A obra vai impulsionar também a economia e a geração de novas oportunidades, garantindo melhores condições para o escoamento da produção agropecuária e para o acesso a destinos turísticos importantes do Agreste“, destacou Lucas.

Tradicional grupo político do Agreste fecha apoio a Lucas Ramos

  1. ELEITOR CONSCIENTE disse:

    A Câmara dos Deputados Federal está precisando sem sombras de dúvidas ser renovada. Quando os próprios Deputados entregaram de bandeja um seu colega, para os leões do STF, simplesmente pelo fato de terem o rabo preso ou por puro fisiologismo, esses Deputados, digo, são deputados mesmo com letras minúsculas, não merecem ser reeleitos. Que os Pernambucanos lembrem-se, apenas o Deputado Pastor Eurico, não entregou o seu colega as feras. Alguém deve se lembrar, que quando do Regime Militar, em pleno AI 5, o Governo queria cassar lá um Deputado Federal, a Câmara, mesmo os Deputados que eram da base do Governo, votaram contra a cassação, não entregaram o seu colega de bandeja, esses Deputados sim, horaram os votos dos seus eleitores. Então, só desejamos sucesso ao novo pleiteante a Câmara Federal, e fora os antigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.