Teresa Leitão defende unidade das forças progressistas e acha cedo pensar em 2024

por Carlos Britto // 09 de novembro de 2022 às 18:32

A senadora eleita por Pernambuco, Teresa Leitão (PT), corrobora a defesa da atual vice-governadora Luciana Santos (PCdoB) em relação à unidade das forças progressistas no Estado. Mas é contra a posição do deputado federal eleito Lucas Ramos (PSB), que já prega a formação da chapa PT e PSB para a eleição à Prefeitura do Recife, em 2024, e até ousa pensar em 2026, para o próximo pleito ao Palácio do Campo das Princesas. “Nem tanto ao céu nem tanto ao mar“, disse na manhã desta quarta-feira (9), em entrevista à Rádio Folha FM.

A parlamentar reconhece que a Frente Popular demorou muito a escolher a chapa majoritária – Danilo Cabral ao governo; Luciana Santos a vice e ela mesma ao Senado. Teresa Leitão lembrou que Pernambuco não tem histórico de criar dificuldades na hora de criar frentes. A última foi no segundo turno deste ano, quando as forças se uniram para apoiar a ex-candidata Marília Arraes (Solidariedade), mesmo havendo algumas ausências. (Fonte: Folha/PE)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.