Supermercado mantém rotina normal ao ‘esconder’ corpo de funcionário que morreu no trabalho

7
Foto: Twitter/reprodução

Um funcionário da rede de supermercados Carrefour, no Recife (PE), identificado por Moisés Santos, morreu enquanto trabalhava na manhã da sexta-feira (14), e foi coberto por guarda-sóis para que o estabelecimento continuasse em funcionamento. Segundo relatos de quem estava no local, o serviço seguiu normalmente durante cerca de quatro horas, até que uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) chegasse ao local para recolher o corpo.

O episódio, porém, não passou despercebido por clientes, que tiraram fotos e levaram a história para as redes sociais. O caso veio a repercutir somente ontem (18), alcançando mais internautas, que também reclamaram da frieza da empresa.

Uma colega de trabalho afirmou que o promotor de vendas era incrível” e que agora “o turno da manhã nunca mais será o mesmo“.

Também pelas redes sociais, a empresa se justificou ao rebater as críticas. “Respeitamos e nos preocupamos com todos. Sentimos muito pelo falecimento do Sr. Moisés e mudamos os protocolos para que as lojas sejam fechadas em casos de fatalidades como essa. Seguimos à disposição para apoiar a família do Sr. Moisés”, declarou. (Fonte: Jornal Extra)

7 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente vivemos em tempos sombrios, não se tem o respeito e a solidariedade ao próximo, triste a situação do nosso País onde o que interessa é o lucro e o poder. O Brasil só descendo ladeira abaixo.

  2. Que falta de respeito com quem deu seu suor pela empresa, com a família da vítima, com seus amigos de trabalho, deveriam ao menos ter paralisado as atividades por meio turno, ou até a polícia remover o corpo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome