Sintepe denuncia que oito escolas estaduais registraram casos do novo coronavírus; duas em Petrolina

1
Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem

Pelo menos oito escolas estaduais de Pernambuco registraram casos de professores ou funcionários com Covid-19, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe). A Secretaria Estadual de Educação confirma casos em três das escolas citadas pelo sindicato. Em outra o exame deu negativo e nas quatro restantes o órgão aguarda resultados dos testes realizados nos profissionais. 

As aulas na rede estadual estão liberadas apenas para as três séries do ensino médio. Voltaram no dia 6 de outubro, só por um dia, e foram suspensas por causa da greve dos docentes. Depois retornaram no último dia 21, ou seja, há 20 dias corridos. Na rede particular, as escolas voltaram no dia 9 de outubro e em pelo menos sete delas houve relatos de alunos ou professores infectados pela doença. Na terça-feira (9) começou uma nova etapa de retorno ao ensino presencial, com a liberação das turmas das séries finais do ensino fundamental e apenas para as unidades privadas.   

Segundo o Sintepe, três dos oito colégios estaduais que tiveram casos de Covid-19 estão no Recife: Escola Clotilde de Oliveira, em Casa Amarela, Escola Lions de Parnamirim, no bairro de mesmo nome; e Escola Othon Paraíso, no Bongi. Também na Região Metropolitana há infectados na Escola Santos Cosme e Damião, em Igarassu; Erem Professora Luisa Guerra, no Cabo de Santo Agostinho e Escola Fernando Soares Lira, também no Cabo. No Interior, os relatos são de duas unidades de ensino de Petrolina, no Sertão: Escola Carlos Drummond de Andrade e Escola Dom Antônio Campelo.

De acordo com o Sintepe, qualquer pessoa, independente de ser professor ou profissional de educação, pode denunciar casos de contaminação no ambiente escolar, por meio do WhatsApp (81) 9820-8585. A rede estadual tem 750 colégios com oferta de turmas de ensino médio, onde lecionam 16.762 professores. Nessa etapa da educação básica há cerca de 290 mil alunos.

Secretaria Estadual de Educação

O secretário estadual de Educação, Fred Amancio, informou que não há um balanço, por parte do governo, de quantas escolas estaduais têm casos de professores ou alunos que foram infectados pela Covid-19. “Não há nenhuma confirmação de que as transmissões ocorreram no ambiente escolar. São 750 escolas com turmas do ensino médio na rede estadual. O nosso trabalho é cumprir o protocolo e garantir que a escola não seja o vetor de transmissão, evitar que haja contaminação em escala”, destaca Fred Amancio. “Se é um caso ou são oito, tratamos da mesma forma. Cada caso tem que ser investigado”, diz o secretário. 

De acordo com a Secretaria de Educação, houve casos confirmados nas Escolas Lions Parnamirim; Erem Professora Luisa Guerra e Fernando Soares Lira. Os casos ainda em investigação estão nas Escolas Othon Paraíso; Santos Cosme e Damião; Carlos Drummond de Andrade; e Dom Antônio Campelo. Apenas na Escola Clotilde de Oliveira o exame deu negativo. (Fonte: JC Online)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome