Sindicato dos Médicos de Pernambuco tem nova presidente para o triênio 2019-2022

0
Claudia Beatriz Camara de Andrade Silva. (Foto: Divulgação)

A médica obstetra Claudia Beatriz Camara de Andrade Silva é a nova presidente do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe). A eleição ocorreu ontem (19) e é válida pelo triênio 2019-2022. Formada pela Universidade de Pernambuco (UPE), em 1993, ela possui residência em Tocoginecologia pelo Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip). Claudia é a terceira mulher a comandar o Simepe. A primeira foi Léa do Carmo (1983-1990), e a segunda Bernadete Antunes (1990-1993).

Em sua gestão à frente do Simepe, Claudia Beatriz pretende valorizar o movimento dos médicos do Estado com ênfase para o fortalecimento contínuo do Plano de Cargos e Carreiras e Vencimentos (PCCV). Outra linha de trabalho será a descentralização das atividades sindicais em prol da categoria, através da consolidação dos movimentos médicos no interior de Pernambuco.

Para oxigenar o movimento sindical, a nova diretoria pretende incentivar à participação e a associação de novos médicos e estudantes ao Simepe. Uma forma de aproximar a categoria do sindicato será a criação de um aplicativo para smartphones, a fim de facilitar e integrar as ações sindicais aos seus associados.

Com o aplicativo, os associados terão agilizadas as suas demandas, bem como a facilitação do acesso aos benefícios oferecidos pelo Programa de Benefício ao Médico (Probem). Em relação ao Probem, a ideia é atrair novas parcerias, a fim de ampliar e garantir vantagens e benefícios que proporcionem bem-estar e comodidade ao profissional.

Integração

A nova diretoria tem também como meta a ampliação da integração do sindicato com as Sociedades de Especialidades Médicas e a valorização dos honorários médicos dos profissionais, através da Comissão Estadual de Honorários Médicos (CEHM-PE). Com foco na valorização da categoria médica e na interiorização das ações em todo o Estado, Claudia liderou movimentos salariais exitosos em Petrolina e Caruaru, que resultaram em conquistas importantes e perenes para os profissionais médicos do Sertão do São Francisco e Agreste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome