Sindicato dos Médicos de Pernambuco cobra garantia dos EPIs adequados para profissionais de saúde

0

Diante dos casos suspeitos e confirmados do novo coronavírus em Pernambuco, o  Sindicato dos Médicos (Simepe) do estado está preocupado com os profissionais de saúde e, ao mesmo tempo, com toda a sociedade, e esteve presente na sede do Cremepe, junto aos conselheiros do Conselho Regional de Medicina, integrantes das Câmaras Técnicas do Cremepe, integrantes das Secretarias Estadual e Municipal de Saúde, para discutir a pandemia do Covid-19 no estado.

O Sindicato cobrou dos integrantes dos governos a garantia dos  Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) adequados, além de discutir o protocolo correto para os atendimentos nos demais tipos de serviços, como por exemplo: atenção primária; urgência e emergência; atendimentos ambulatoriais; UTis e os serviços do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) e IML.

Também foram discutidas as medidas para frear a curva de crescimento do Covid-19, o Simepe defende a suspensão das cirurgias eletivas, a fim de diminuir a exposição nos ambientes hospitalares e deixar os leitos disponíveis para a população acometida pela enfermidade. 

A presidente do Simepe, Claudia Beatriz, disse que os médicos estarão firmes nas linhas de frente e nos postos de trabalho, nos hospitais e unidades de saúde. “Sabemos que é a nossa missão. Precisamos e pedimos aos gestores públicos, secretários de saúde do Estado e municípios que a aquisição e disponibilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) sejam feitos o quanto antes. Não só a distribuição, mais o treinamento quanto ao uso correto, além do descarte. Médico estará sempre ao lado da população”, pontuou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome