Sindicato da Polícia Civil deve pedir interdição de delegacia do Ouro Preto devido às péssimas condições de trabalho

1

IMG-20160302-WA0005 (1)

As más condições de trabalho registradas  nas delegacias de Petrolina já não são novidade, mas em visita ao município nesta quarta-feira (2), representantes do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) anunciaram que irão pedir a interdição da delegacia do bairro Ouro Preto devido às péssimas condições de trabalho.

A visita ao município faz parte de uma vistoria às delegacias a partir da qual será produzido um dossiê mostrando as condições de trabalho dos policiais. O presidente do Sinpol, Aureo Cisneiros, explica que a Delegacia no bairro Ouro Preto não oferece qualidade de trabalho e por isso precisa ser interditada.

Vamos produzir um dossiê e enviá-lo ao Ministério Público e a todas as autoridades para as providências sejam tomadas. Pretendemos entrar com pedido de interdição porque as condições de trabalho na Delegacia do Ouro Preto são muito ruins e precisamos acionar o MP. O teto está caindo, falta efetivo, são muitos problemas. Não há condições de trabalho e a gente não vai tolerar como está”, explica.

O representante da categoria também criticou a reforma do Instituto de Medicina Legal (IML) e garantiu que o instituto funciona em local inadequado.  “Neste último ano o pernambucano ficou refém da violência e é por isso que estamos percorrendo o Estado para falar da campanha salarial e também fazendo uma radiografia das condições de trabalho das delegacias e institutos como o IML”, finalizou Áureo.

1 COMENTÁRIO

  1. Acho que a sociedade de Petrolina deveria era pedir a interdição não só do prédio mais da Policia Civil toda, Visto a falta de solução dos crimes dos últimos anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dezesseis − sete =