Sindicalistas protestam contra crise econômica e desemprego na Bahia

por Carlos Britto // 12 de fevereiro de 2009 às 16:00

Cerca de 150 pessoas participaram da Campanha Nacional de Luta da CUT contra a crise econômica e o desemprego, em frente à sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), nesta quarta-feira (11) em Salvador.

Martiniano Costa, presidente da CUT-Bahia, diz que o ato público foi um ‘recado aos empresários baianos, que aproveitam a crise econômica para demitir os trabalhadores e reduzir os salários’. ‘Não vamos permitir que os capitalistas lucrem com a crise a partir do sacrifício do trabalhador’, completa o sindicalista. 

Apesar de não ter dados concretos, o presidente da CUT diz que as demissões tornaram-se mais frequentes, ‘principalmente no Pólo Petroquímico de Camaçari e em Juazeiro’, inclusive ‘em empresas que receberam incentivo fiscal do governo do estado’. 

Pacto
Para superar a crise e manter os direitos trabalhistas, o presidente da CUT defende a instalação de um comitê, formado por trabalhadores, empresários e governo, para debater alternativas para ‘salvar’ a economia. ‘Nós já entregamos a proposta ao governo estadual, agora aguardamos uma resposta sobre a instalação do comitê’.

Fonte: Correio da Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *