Shopping a céu aberto promete aquecer em 20% às vendas do centro comercial de Petrolina

por Carlos Britto // 01 de janeiro de 2009 às 09:19

Foi inaugurado terça-feira o primeiro shopping a céu aberto de Petrolina. O projeto, orçado em R$1,3 milhão, revitalizou a Avenida Souza Filho, uma das principais vias comerciais do centro da cidade. O local tem 7,4 mil metros de área pavimentada, com calçadas recuperadas e ampliadas, canteiros, estacionamentos, 30 postes e 60 luminárias, além de uma praça de eventos. Com a revitalização, a Avenida Souza Filho ganha o primeiro quadro informatizado de energia elétrica do interior do Nordeste e o segundo de Pernambuco. “Se for detectado qualquer defeito na iluminação, será enviado automaticamente um aviso à Celpe”, explica o secretário municipal de Paisagismo, Urbanismo e Meio Ambiente, Elton Azevedo. O projeto inclui ainda rampas de acesso para deficientes e novos bancos nos canteiros. “Esse projeto muda o centro da cidade. Já temos o River Shopping e agora temos o shopping a céu aberto, onde as famílias poderão fazer suas compras com tranqüilidade e comodidade. O pedestre vai poder circular melhor pelas praças, canteiros, e os comerciantes também serão beneficiados. Conseguimos entregar a Petrolina mais essa obra, que foi projetada com recursos exclusivamente municipais”, explicou o prefeito Odacy Amorim. Para o vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Petrolina, João Ferreira, a urbanização da Avenida é uma vitória para a cidade. “Ter esse espaço é muito importante. O local está muito bonito e quem vem a Petrolina vê que a cidade dá outra cara ao sertão. Esse tipo de projeto já é desenvolvido no sul e no sudeste e tem dado muito certo. A expectativa é de que o comércio aumente suas vendas em torno de 15 a 20%”.

  1. David nomero De Macedo disse:

    Da obra não tenho o que falar,tá bonito. Mas shopping a céu aberto? cito muito mais não vai colar, é só uma rua melhorada, o tempo vai dizer se o titulo de shopping vai pegar(com carros não dar para receber o titulo).Feliz 2009 para o povo desta cidade maravilhosa e de nossa cidade vizinha, nossa querida juazeiro.

  2. Projeto improvisado sem uma definição técnica para escoamento de águas pluviais. Vai virar uma zona a Avenida Souza Filho quando estourar tubulações de esgotos. O projeto feito às pressas, até parece qeu deejo era gastar o dinheiro público de qualquer jeito. Exemplo de má gestão pública.

  3. Pergunto eu, por que não fizeram o projeto original???

  4. João Telê disse:

    De qualquer maneira, faltam trabalhos básicos como o redimensionamento da rede de saneamento e esgoto, mesmo assim será muito válido se fizerem a complementação como limpesa, colocação dos bancos, caqueiros decorativos, melhoria e manutenção da parte arbórea, padronização dos pontos de serviços tipo lachonetes e etc… Não se deve esquecer da limpesa diária e nunca permitir que se improvisem bancas e barracas típicos de feiras livres. O administrador público tem que resolver os famosos “problemas sociais” sem criarem outros problemas de ordem e de interêsse público.

  5. alexandre mota disse:

    É lamentavel agente ler estas declarações do vice presidente da CDL,a referida autoridade mostra seu total desconhecimento a respeito do projeto Shoping a Céu Aberto.Este projeto foi concebido na gestão do prefeito Fernando Bezerra Coelho com o apoio tecnico do Sebrae Petrolina.O projeto arquitetonico foi tambem da Dra.Zerilda arquiteta consultora do Sebrae Pe.O projeto é muito mais amplo do que simplesmente obra fisica que digase de passagem foi totalmente deturpado pela secretaria de obras da atual prefeitura,na verdade foi uma maquiagem na Souza filho.Com relação a filosofia do Shoping a Céu Aberto está muito longe de uma maquiage,os logistas da Suoza filho foram deixados a margem pela prefeitura e tambem pela CDL e o Sebrae que fundamentou o projeto nem sequer foi consultado sobre as alteraçoes feitas a sua revelia no projeto original.O projeto do SCA é muito mais amplo do que construir pedra e cal.O envolvimento dos logistas ,o treinamento dos vendedores,a reforma das fachadas das lojas o padrão de atendimento aos clientes a ampliação no horario de atendimento,promoções coletivas,união de todos os logistas para administrar a area da Souza filho emfim um conjunto de medidas e normas administrativas que fariam com que os consumidores dessem preferencia para comprar naquela area ,sem isso fica só a obra sem a repercução para o comerciante e o consumidor.E os ambulantes ja estão voltando para as calçadas rescem reformadas.Não usem este nome SHOPING A CEU ABERTO é propaganda enganosa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *