Serviço não regularizado de mototáxi será tema de audiência na Câmara de Petrolina

por Carlos Britto // 24 de agosto de 2022 às 11:00

Mototaxistas de Petrolina. (Foto: Blog do Carlos Britto/arquivo)

A sessão plenária desta quinta-feira (25) na Câmara Municipal de Petrolina vai abrir espaço, a partir das 10h, para uma audiência pública que discutirá o serviço não regularizado do mototáxi na cidade. A solicitação foi formalizada por meio do Requerimento 280/2022, de autoria do vereador Ronaldo Silva.

No mês de julho, mais de 400 mototaxistas compareceram à Casa Plínio Amorim para pedir uma audiência pública sobre o assunto. Representantes da categoria foram recebidos para uma reunião no Gabinete da Presidência e, a Mesa Diretora comprometeu-se em realizar o debate o mais breve possível.

Os mototaxistas regulamentados pedem a aplicação da Lei Municipal nº 2.224 de 2009, que disciplina o sistema de transporte individual de passageiros por motocicletas, para aqueles que prestam o serviço por meio de aplicativos, sem pagar as taxas ou realizar o treinamento necessário. De acordo com a categoria, a falta de cadastro põe em risco a segurança da população e impossibilita a fiscalização dos serviços realizados.

Autoridades

Foram convidadas a participar da audiência as seguintes autoridades:

João Alexandrino de Macedo Neto, juiz da Vara da Fazenda;

Ana Paula Nunes Cardoso, promotora de Justiça de Defesa do Consumidor;

Fernando Diniz, procurador-geral do Município;

Paulo Lima, inspetor-chefe da Polícia Rodoviária Federal (PRF);

Isael Dias Gomes, presidente da Cooperativa de Mototaxistas;

Frederico Neto, presidente da Associação de Mototaxistas;

Franklin Alves, diretor-presidente da AMMPLA;

Major Flávio Rodrigues Cordeiro, comandante do 2º BIEsp;

Paulo Lima, presidente da Femaupe;

Pedro Caldas, presidente da Cubape.

Serviço não regularizado de mototáxi será tema de audiência na Câmara de Petrolina

  1. Cicero Willians Marinho disse:

    A lei dos aplicativos é lei federal e a Uber moto é 100% segura para a população petrolinense, a Uber moto é monitorada desde quando o usuário que pediu o serviço pela Uber moto até seu destino final ela é monitorada e tbm pode o cliente compartilhar com segurança todo seu trajeto com um familiar assim mostrando segurança para quem utiliza o serviço e o que vemos no trânsito de Petrolina é que quem presta o serviço público o mtx já deixa a desejar para a população, já a Uber moto vem beneficiar a população de Petrolina, pois o serviço é de primeira qualidade e tbm é barato para a população petrolinense e ainda é uma alternativa de trabalho para quem estar desempregado e pode auferir renda e alimentar sua família e dar um retorno positivo para os petrolinenses.
    Que seja regulamentado o serviço particular de passageiros pois quem pede a Uber moto é quem realmente está insatisfeito com o serviço público de transporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.