SemiáridoShow 2015 dará maior enfoque em sistemas de criação animal e forrageiras

0

cícero e sérgioConsolidada como a maior feira da agricultura familiar do Nordeste brasileiro, a SemiáridoShow terá algumas novidades na edição deste ano, que acontecerá em Petrolina de 20 a 23 de outubro, numa área de 20 hectares localizada na Embrapa Produtos e Mercado, a cerca de 50 quilômetros da cidade.

Segundo o chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Semiárido, Sérgio Guilherme de Azevedo, além dos materiais vegetais apresentados nas edições anteriores, o enfoque maior em 2015 será a parte animal. Tanto que esse setor ficou reservado em 12 dos 20 hectares da feira.

O público que comparecer à SemiáridoShow vai poder conferir de perto os sistemas de criação destinada a bovinos, ovinos, caprinos, galináceos e peixes, bem como produção de mel de abelha sem ferrão. “Não perderemos a parte agrícola, que é a base da sobrevivência das pessoas, mas focaremos a parte de forrageiras e produção animal”, explicou.

A crise hídrica que atinge fortemente o Vale do São Francisco também terá destaque no evento, em dois momentos: na mostra de tecnologias relacionadas ao uso da água (captação, uso e gestão da água na propriedade) e um seminário com a participação de diversos organismos federais, estaduais e agências reguladoras. “Iremos discutir toda essa questão, seja na gestão da água, seja na gestão da bacia do São Francisco como um todo”, frisa Sérgio.

O público-alvo da SemiáridoShow é, basicamente, agricultores familiares. Mas este ano, segundo Sérgio, diante do aprendizado que os organizadores tiveram com a estiagem e com as tecnologias voltadas à área, além da parceria com o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA) – que realiza o evento junto com a Embrapa –, os técnicos em extensão rural serão privilegiados. “Boa parte dos 48 minicursos que teremos, além de palestras, seminários e das tecnologias, daremos uma atenção muito grande a esses técnicos que trabalham no campo”, enfatiza. Segundo o representante da Embrapa, caravanas do Agreste de Pernambuco, da Paraíba, Rio Grande do Norte e até do norte de Minas Gerais devem comparecer à feira este ano. “Nossas expectativas são muito boas”, estimou.

Convivência

Responsável por colocar em prática, junto aos agricultores familiares, a parte tecnológica desenvolvida pela Embrapa, o IRPAA vem aprovando a parceria na realização do evento. Este ano – segundo o coordenador geral do instituto, Cícero Félix – a feira ganha ainda mais importância diante do contexto de dificuldades relacionadas à crise hídrica.

Cícero justifica que a temática do evento (“Território, Águas e Agroecologia”) vem reforçar uma transição do modelo de agricultura trabalhado há décadas no país, baseado na ‘revolução verde’, para o setor agroecológico. “É uma pauta positiva, apesar da crise, porque essa discussão rompe com a lógica do combate à seca, à caatinga, para construirmos uma outra lógica, a da convivência com o semiárido”, ponderou. O lançamento do evento, como este Blog já divulgou, será logo mais às 19h, no Petrolina Palace

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome