Sem novidade: Preço da carne puxa aumento da cesta básica em Petrolina e Juazeiro

0
Foto: reprodução internet

A mais recente pesquisa realizada pelo Colegiado do curso de Economia da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) trouxe um dado que deixou de ser novidade no país. O preço da carne foi o vilão da inflação na cidade sertaneja e em Juazeiro (BA).

Pelo levantamento referente ao mês de novembro, houve uma inflação de 5,21%, considerando as informações das duas cidades agregadas. Assim, um trabalhador que recebeu um salário mínimo de R$ 998,00 gastou 32,1% da renda com a compra de produtos da cesta básica. A pesquisa estimou o custo da cesta básica de novembro, nas duas cidades, em R$ 319,74 para Juazeiro e R$ 321,21 para Petrolina.

A carne bovina, com aumento de 14,95% no mês, contribuiu para esse custo. A China aumentou as importações de carne do Brasil e justamente neste período ocorre uma entressafra no setor. Além destes dois fatores, o dólar valorizado frente ao Real estimula as exportações e eleva a redução da oferta para o mercado interno. Além da variação do preço da carne, aumentou também o preço médio da lata de óleo em 3,39% no mês de novembro, na comparação com outubro. Segundo o Dieese, o motivo é a forte demanda por óleo de soja para produção de biodiesel, que acabou reduzindo a disponibilidade para os demais consumidores.

A pesquisa verificou, também, a variação de preço dos produtos ao longo do mês e entre diversos estabelecimentos, com destaque para o tomate, com taxas de preço entre R$ 3,98 e R$ 0,89, em Juazeiro, e R$ 6,59 e R$ 2,18 em Petrolina. Diante desses números, o Colegiado reforça a importância de se observar as diferenças nos valores do mesmo item, antes de efetuar a compra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome