Segue em estado grave modelo que teve mãos e pés amputados

por Carlos Britto // 23 de janeiro de 2009 às 21:16

O único outdoor que tinha a imagem da modelo Mariana Bridi Costa, 20 anos, em Vitória, capital do Espírito Santo, foi totalmente coberto. O gesto foi em respeito à família da jovem, que desde o dia 3 está permanece em estado grave em um hospital da cidade.Foi em Vitória que ela garantiu o título de Miss das Américas, em um concurso internacional em 2007. Vítima de uma infecção rara, Mariana teve os pés amputados. Na última terça-feira, os médicos precisaram retirar também suas duas mãos para que ela sobrevivesse

“Mesmo vivendo em um mundo onde a vaidade é fundamental, Mariana mostrou que sua prioridade é viver”, contou o namorado da garota, Thiago Simões, porta-voz da família. No dia 2 de janeiro, a modelo apresentou sinais de infecção urinária, como febre e dores. O quadro, que parecia simples, evoluiu para uma infecção generalizada na corrente sanguínea, provocada pela bactéria Pseudomonas aeroginosa.

Faltou oxigenação nas extremidades do corpo da modelo, daí a necessidade de amputação. Ela também precisou passar por sessões de hemodiálise, informou a assessoria de imprensa do Hospital Municipal Dória Silva, onde ela está internada há 19 dias. Mariana está lúcida, mas respira com ajuda de aparelhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.