Secretário de Saúde de Petrolina rebate críticas do presidente do Simepe

por Carlos Britto // 31 de maio de 2009 às 08:26

dr-mendes_306x2301O secretário de Saúde de Petrolina, dr.José Mendes Júnior, rebateu com veemência as críticas do presidente do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), Dr.Antonio Jordão. Confira na íntegra o que disse Dr. Mendes:  

Recebo com muita surpresa as declarações desrespeitosas e levianas do Presidente do SIMEPE, Dr. Antonio Jordão quanto ao Chefe do Executivo em Petrolina. Tanto o Dr. Julio Lóssio quanto eu, Dr. José Mendes, nos orgulhamos muito de sermos médicos, mas não podemos aceitar que as questões corporativas sejam colocadas acima do interesse público.

 As declarações do Dr. Jordão, ao contrário do que apresenta em relação ao Prefeito, demonstram seu desconhecimento da atual situação do Sistema Único de Saúde, em Petrolina, e no País, ou, numa situação mais séria, aponta para uma defesa cega de suas ideologias, sem que demonstre nenhuma preocupação com a repercussão de suas proposições.

Totalmente ao contrário do que o Dr. Jordão apresentou na matéria para o Blog, a Prefeitura manteve o canal de diálogo aberto tanto com o Sindicato quanto as demais representações médicas.  O “Acordo” defendido pelo Dr. Jordão e apresentado junto aos procuradores federal, estadual e do trabalho, apontado por ele como descumprido por parte da Prefeitura, aponta para três pontos principais: o aumento do valor do plantão médico para R$ 700,00 (Setecentos reais), o aumento do número de profissionais na rede e a abertura de concurso público para a categoria.

Entretanto, o SIMEPE, presidido pelo Dr. Jordão, trata essa negociação como sendo uma relação onde a classe impõe e a Prefeitura acata. O aumento do valor do plantão, como deveria ser do conhecimento do líder sindical, requer lei Municipal específica, a qual já foi enviada a Câmara Municipal para apreciação.

O concurso público e aumento do número de profissionais devem ser objeto de estudo de uma Comissão, proposta pela Prefeitura e não aceita pelo SIMEPE, que deve apontar o número e especialidade dos profissionais a serem contratados, bem como todas as demais regras quanto à remuneração e condições da seleção.

Este estudo deve ser objeto de apreciação também da Câmara Municipal e do Tribunal de Contas do Estado, para que as pretensões médicas não venham a prejudicar os demais profissionais que trabalham no município, uma vez que o impacto na Folha de Pagamento desenquadraria o município dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, forçando a demissão em massa de outros servidores.

Todas essas questões foram devidamente postas aos representantes do SIMEPE, mas pelo que vimos na matéria vinculada no Blog, as palavras despreparo e sensibilidade deveriam estar sendo utilizadas sobre o próprio Presidente do SIMEPE, junto à palavra bom senso.

Todas as demais exigências apresentadas pelo Presidente do SIMEPE foram apenas aprovadas em sua própria assembléia e não fruto de negociação com a Prefeitura, devendo as mesmas ser objeto de estudo da Comissão.

Quanto à estapafúrdia sugestão de haver intervenção do Estado para a solução de problemas no Sistema de Saúde em Petrolina, precisamos apenas lembrar o Presidente do SIMEPE da necessidade do líder sindical fazer gestões junto a Secretaria Estadual de Saúde, ajudando o trabalho do Prefeito Municipal, para a participação do Estado no co-financiamento das ações de saúde do Município de Petrolina, cumprindo sua parte na melhoria do SUS uma vez que somos referência para todo o sertão do Estado.

Por fim, lembramos ao Presidente Dr. Jordão o artigo 14 do Código de Ética Médica, já evocado anteriormente pelo mesmo em documento enviado ao Município: “O médico deve empenhar-se para melhorar as condições de saúde e os padrões dos serviços médicos e assumir sua parcela de responsabilidade em relação à saúde pública, à educação sanitária e à legislação referente à saúde”.

Dr. José  Mendes Júnior/ Secretário de Saúde de Petrolina

Secretário de Saúde de Petrolina rebate críticas do presidente do Simepe

  1. TERREMOTO disse:

    Um fala de lá, outro fala de cá e o povo , continua, sem assistência médica mínima !
    Sugiro que os dois médicos, tão bons de discursos e notas distribuídas à imprensa, qualquer dia desses deem um dia de voluntariado junto a população carentede um bairro periférico. AJUDARIA MUITO MAIS A SAÚDE DO QUE EXPLICAÇÕES TOLAS E VÃS !

  2. Pedro Aleixo disse:

    caro blogueiro,
    Contra fatos e fotos não ha argumentos, esse dr.José Mendes Júnior e o prefeito Júlio Lossio são dois despreparados para as burocracias da administração pública. Ja ta na hora do povo desta tão querida Petrolina, providenciar abaixo assinado assinado pedindo o afastamento do prefeito por absoluta falta de preparo para com a coisa pública. Não sabe administrar nem a sua clínica, quanto mais um municipio no porte desta gigante petrolina. Ha que saudades do FBC.

  3. marco antonio souza disse:

    Muito bem Dr.Mendes e Dr.Julio continue sempre assim trabalhando para melhorar a saúde em Petrolina mas sempre dentro da lei, coisa que este Sr Antonio Jordão não e acostumado e quer que o prefeito e o secretário por serem médicos esqueça o povo e aprove só o que esse presidente do SIMEPE qer para beneficiar a classe médica,ele deveria cumprir seu papel ajudando a cobrar melhorias, agora para se beneficiar e aos seus ele e bom.

  4. Marcelo Araújo disse:

    Eu ODEIO sindicalista! Essa turma só joga para platéia.

  5. DE OLHO disse:

    Parabéns ao Dr. mendes. Na verdade as pessoas/profissionais se colocam acima das reais possibilidades, há que se ter em mente que para o serviço público andar/ melhorar são indispensáveis os médicos, mas há outros profissionais e outras tantas despesas. Um médico precisa ser bem pago, mas não um valor que supere a realidade. Acredito que quando os Governos Federais e estaduais ampliarem as vagas em universidades essa conversa seja outra, pois haverá concorrência, no mais a primeira turma da UNIVASF vem aí…

    Falar é muito fácil, difícil mesmo é realizar…cada um faça a sua parte, sobretudo aos críticos como o Presidente do Sindicato do Médicos de Pernambuco.

  6. Marcia Maria Menenzes disse:

    Parabéns Dr. Júlio não ceda as pressões desses médicos que não tem compromisso com a saúde do nosso Município.
    As coisas na nossa cidade começam a melhorar e isso incomoda a muitos, aqueles que torcem para quanto pior melhor.
    O senhor está no rumo certo… acredite.

  7. Maria disse:

    Confiamos em nosso secretário e no prefeito.

    Jordão vc errou feio em suas palavras.

  8. Felipe J. disse:

    Esse é o prefeito! Só mesmo um prefeito médico para enfrentar sua classe e saber até onde eles aguentam ir…

    Dr. Jordão devia deixar esse discurso sindicalista onde os médicos não reivindicam melhorias nas condições de trabalho, e sim dinheiro (muito dinheiro) para oferecer um serviço frio e de péssima qualidade à população.

    Dr. Julio, confiamos em você! Parabéns pela coragem.

  9. Vania Machado disse:

    Sr, comentarista Pedro Aleixo,

    Quero saber com que fundamento vc abre escreve que Dr.Julio não sabe administrar a sua clínica?o que te leva a dizer tamanha mentira? pois, trabalho na clinica há muitos anos,quase 10 anos e tenho acompanhado a evolução ,crescimento e oferta de serviço de qualidade tanto na área oftalmológica quanto social, e quem tem bom senso não é capaz de desmentir o quee stou dizendo.Avalie a opftalmologia em Petrolina de 10 anos pra cá,veja como cresceu…
    Pois bem, quer emtir suas críticas, emita, mas não fale do que vc não conhece.

  10. epaminondas disse:

    o sec de saude de julio e o proprio prefeito jogam pra plateia?
    o que nos parece e issso.
    julio se afasta da resoluçao adm dos problemas da saude na medida que fica politicando nesta area.
    se a atual adm nao tem capacidade de resolver que peça axuda…
    GARANTO QUE FBC AJUDA SE PEDIREM DIREITINHO…

  11. marcos disse:

    esse povo da prefeitutra fica perdendo tempo com discursoes politicas
    e preciso descer do palanque e trabalhar
    julio prometeu resolver a questao da saude em petrolina
    ao inves disso,esta criando mais dificuldades com a classe medica…
    parece que julio se perdeu na administraçao…
    triste “nova petrolina”esta desorienteda?!

  12. hedio disse:

    parece que falta competencia gerencial na saude
    esse povo fica fazendo politica em vez de resolver as coisas que prometeram…
    julio num disse que ia resolver a questao da saude?
    cade elle que nao aparece?
    sera que julio ja esteve com o ministro da saude que e do pmdb?
    julio tem cacife politico pra resolver essa questao sozinho?
    deveria e chamar fernandinho pra ir com elle e ser menos presunsoso
    humildade dr julio locio ! humildade…

  13. Carlos Odair - Maninho disse:

    Mesmo sem concordar integralmente com os atuais rumos do sistema municipal de saúde, o qual considero falho e desrespeitoso com o usuário, acho totalmente desnecessária e carente de ética profissional desse senhor Jordão, que em nada tem somado ao executivo municipal e só tem levantado polêmicas que em nada interessam ao desenvolvimento de nossa cidade e nem melhora em nada o atendimento de quem mais precisa : O sofrido povo humilde de nossa cidade.
    Já dizia a Bíblia “…Que quem não ajunta, espalha…”.

  14. PAULO JOSÉ disse:

    Parabéns Prefeito!!!
    Parabéns Secretario!!!!!

    A prefeitura Não pode ceder sobre pressões infundadas.

  15. Mariana disse:

    Dr Jordão é melhor vc pensar antes de falar.

    Agir mais em prol da comunidade e depois reinvindidar salário.

    Os médicos não querem nadinha… só 12000 mil reais de salário, só existem médicos no municipio, e as outras profissões? e nem venha com a história que médico estuda mais… ficam se achando e o prefeito tem que agir pensando mesmo no impacto na folha

  16. observador disse:

    BASTA DE BLÁ-BLÁ-BLÁ, SEJAMOS VERDADEIROS, HONESTOS, TRANSPARENTES.
    Os médicos de Petrolina estão co-financiando a saúde há muitos anos, por trabalharem através de uma secretaria de saúde que não cumpre os direitos trabalhistas. Os médicos não possuem direito a adoecer, nem direito a férias, 13º salário, sem direito a aposentadoria.
    ISSO É INJUSTIÇA SOCIAL.
    A população precisa saber que toda essa grana gasta em campanha política é paga posteriormente com o dinheiro público com juros e correção monetária aos financiadores.
    Nossa política é um escândalo de farra com o dinheiro do povo.
    Muitos entram na política para benefício pessoal e não da coletividade.
    Aqueles que ocupam os cargos de confiança, em sua maioria, recebem para defender os interesses particulares dos governantes com conseqüências terríveis à população.
    Dr. Júlio discursa que não pode pagar mais que 500,00 aos médicos enquanto paga o dobro (1.000,00) pela mesma jornada de trabalho aos médicos que vem de Salvador através de uma cooperativa. Que paradoxo! Improbidade? Que o tempo e a justiça revelem a verdade!
    Toda essa luta médica tem sido em benefício do povo. Os médicos defendem hospitais em Petrolina funcionado com médicos qualificados e nas melhores condições possíveis à população.
    Petrolina precisa de um sistema de Saúde que funcione à parte dessa irresponsabilidade política vigente. O povo não agüenta mais esse sobe desce de oscilações políticas de interesses pessoais. A saúde precisa funcionar independente dos partidos e da figura política que se sucede. É por isso que os médicos defendem melhorias e estabilidade para ficarem à parte dessa corrupção.
    Quando um governante procura atravessadores na administração pública, na grande maioria das vezes o dinheiro público é facilmente desviado para outros fins. Quando há vínculo estatutário não há como botar a mão num dinheiro que já tem destino e comprometimento. É isso que os médicos defendem: acabar com a farra dos desvios de recursos da saúde.
    Todas as entidades médicas e instituições que receberam denúncias dos médicos confirmaram o absurdo em que se encontra a saúde pública de Petrolina. Isso é verdade!
    Quem patrocinou a campanha política de Petrolina?
    De onde veio todo o dinheiro?
    Quem vai pagar a conta?
    Não podemos permitir que mentiras e saídas pela tangente justifiquem a falta de responsabilidade dos governantes. O direito constitucional não está sendo cumprido: ”Saúde é um direito de todos e É DEVER DO ESTADO”.
    ACORDA PETROLINA!!!!

  17. marco antonio souza disse:

    OBSERVADOR com certeza Você deve ser médico e tambem covarde e incompetente devido não ter coragem de dizer seu nome, saiba Você que quando se fala a verdade não se deve ter medo do que diz, estes mercenários na hora de atender as pessoas não fazem com tanta competência como na hora de pedir aumento, e no tocante a financiar a saúde e brincadeira, desde que o IMIPE chegou a petrolina acabou com a farra de muitos médicos que no seu plantão no dom malam estavam trabalhando em hospitais particulares ao mesmo tempo, isto e financiar a saúde ou bancar a morte dos outros por falta de atendimento, questione as pessoas que são atendidas por esses médicos e Você vai saber se eles merecem aumento ou rua.

  18. Médico Petrolinense disse:

    Nenhum médico é obrigado a trabalhar no serviço público, trabalha quem quer, todos os trabalhadores tem o direito de pleitear melhores salários, não é á toa que os melhores profissionais aqui em Petrolina não atendem no SUS, quem quiser que pague por uma consulta. O SUS paga 7,00 reais por uma consulta, será que é justo? Os bons profissionais , aqueles com boa formação acadêmica, detentores de títulos, frequentadores de congressos, professores universitários, têm seus consultórios particulares cheios, muitos que tinham vínculos públicos acabaram por deixar devido os salários irrisórios. O médico não tem estabilidade no emprego, não existe PCCV, recebe salário atrasado das operadoras de saúde, sem falar que ganhar bem não é a realidade de todos os médicos, quem estuda mais, termina ganhando mais, isso é para todos, não se deve generalizar, existem médicos que ganham muito bem e outros que nem tanto. Na minha opnião a prefeitura deveria entrar num acordo com os médicos, tentando chegar a um salário justo, a população não deve ser penalizada.

  19. Médico Petrolinense disse:

    Em Tempo:

    Se não houvesse tanto roubo, tanto desvio de dinheiro público, todos os funcionários públicos gozariam de um salário digno e justo, a saúde não estaria o caos que está, mas infelizmente aqui neste País a corrupção reina e dita as normas.

  20. MOVIMENTO DOS SEM MÉDICOS disse:

    EU QUERO VER QUAL E O MEDICO BOM QUE VAI SAIR DA CAPITAL PARA GANHAR POUCO NO INTERIOR.

  21. Marcelo Araújo disse:

    Vai um conselho ao CONGRESSO NACIONAL:

    MÉDICO formado em Universidade PÚBLICA, deve ter uma carga horária estabelecida para atender pelo SUS, depois de formado. Só assim vão pagar a dívida social pelo curso que fizeram. Muitos deles porque vieram de escola particular. Talvez assim possamos amenizar a situação do Sistema Único de Saúde – FALIDO.

  22. O falador disse:

    Marco antonio deve ser mais um babão desse prefeito e do sec saude . É só e tão somente deles a culpa por essa discurssão ter chegado a esse nível rasteiro, em vez de trocarem insultos deveriam sentar a mesa e negociar como gente civilizada. Como vir a público e defender esse governo? Um médico tem que ser obrigado a trabalhar sem direito a férias e décimo terceiro? Deixem de hipocrizia, fingimento e demagogia. Essa camarilha vai ter o que esta merecendo.

  23. Feeling disse:

    A maioria da primeira turma da Univasf não é daqui e não vão ficar pela região, digo porque conheço muitos alunos estudantes de Medicina.

  24. Sertanejo disse:

    Precisamos trabalhar as dores da comunidade para que nos sirvam de aprendizado, extraindo delas a capacidade de nos fortalecermos….Aprendendo que o melhor de nós, ainda está em nós mesmos. Se o médico entrar pelo caminho da dor e da lamentação, iremos buraco abaixo pelo caminho da depressão. A sala de cirurgia não sai no jornal e não vira capa de revista… e só quem sente pode avaliar o estrago que elas causam. Em saúde o que vale é a prevenção. Ao médico cabe dedicar-se para que as falhas sejam pequenas…O médico tem que crer em Deus!!! Cuidemos bem de nossos pacientes hoje porquê o amanhã, com certeza….pertence a DEUS. Medicina e política é uma mistura perigosa. Quem é médico deve ser médico e quem é político deve ser político.

  25. observador disse:

    Marco Antonio, quem me garante que seu nome é realmente esse?
    Você faz parte de uma gama de privilegiados que nunca precisaram de um médico. Talvez um dia quando precisar, se cair na mão de um bom profissional (porque em todas as áreas e profissões existem os bons e os maus) verá o que é educação e formação para aliviar a dor, salvar vidas e prorrogar a sua morte!
    Sua inteligência é admirável, pois conseguiu identificar a redação de um médico. Parabéns!
    Não tenho medo de dizer o que penso e se algum dia te conhecer posso falar olhando em seus olhos.
    Quanto à competência, aí você escorregou feio, pois não se analisa jamais a competência profissional de alguém apenas por uma redação.
    Quanto ao IMIP (é assim a sigla), quem nos garante que não recebe vantagens ou financiamento e apoio político para patrocinar esses mesmos políticos facilitadores da sua chegada? Por que assinam a carteira de médicos com valores abaixo do que realmente pagam? Uma Instituição respeitada não deve driblar os direitos trabalhistas assim!
    Quanto aos mercenários, levantados por você, novamente peca em generalizar, pois toda generalização e unanimidade são afetadas com falta de inteligência. Diante da realidade da saúde pública de Petrolina a palavra sacerdócio seria mais bem aplicada a esses médicos e você agora é devedor de respeito a eles. Mas não vou cobrar isso de você, em suas palavras percebe-se que esse crédito você não possui.
    Quanto à sua denúncia de médicos deixarem o hospital para atenderem outros noutro hospital não é certo, é contrário à ética. Contudo, todo médico é responsável pelo atendimento do hospital em que ele está de plantão e responderá por possíveis omissões. Mas saiba que o médico pode sair a qualquer momento desde que deixe outro em seu lugar.
    Se você não consegue enxergar posso tentar melhorar seu grau de visão: os médicos estão lutando por melhores condições de atendimento à população e qualificação permanente da estrutura hospitalar, com médicos concursados e qualificados em cada especialidade, ganhando bem com seus direitos trabalhistas assegurados como todo cidadão. Aí você poderá cobrar e exigir.
    Grande parte dos médicos bons já está na rua mesmo, mas não porque pessoas como você desejam, mas estão em direção a outros horizontes pra suas vidas, cansados de serem explorados. Aí meu caro, se algum dia você precisar de um deles que estavam lutando por você e seus familiares, você terá que pagar caro num serviço particular, porque estava completamente cego ou participando talvez, como muitos, da farra com o dinheiro público em benefício próprio. Tentando convencer que o erro é dos médicos. Desviando o foco dos verdadeiros vilões da saúde pública.
    Marco, desejo com sinceridade, melhoras pra você em todos os aspectos da sua vida.
    Obrigado ao Blog do Carlos Britto por esse espaço democrático.

  26. Sofia disse:

    Parabéns senhor secretário…Acho que o senhor resumiu em poucas palavras o que era necessário a popupalação ficar sabendo. Rezo para que tudo se resolva bem e apesar de quere ser funcinária do SUS qdo me formar, espero que a Prefeitura faça concurso que tenha validade de do máximo dois anos sendo renovado de acordo com as cr´ticas que o profissional recebe durante sua jornada, se não coitados dos usuários, teram que aguentar por resto da vida, aluns profissionais mal humorados, consultas velozes, diagnósticos descabidos e acompanhamento zero!!!

  27. pedro disse:

    só faltava essa , um gestor ficar trocando farpas em blog, vai trabalhar lóssio, vai trabalhar mendes , sejam democráticos, coisa feia para um homem público ficar de ti ti ti, coisa de quem não tem o que fazer…

  28. rai disse:

    liga não observador este , marcos, sofia e outros escalados pra ler blog e responder defendendo o patrão vão ser desmascarados, a população não vai ter paciência o tempo todo pra aguentar tanto despreparo, tanto atordoamento, tanta falta de rumo, na verdade eles não sabem o que fazer, estão perdidos, triste petrolina,

  29. Sofia disse:

    Senhor Rai, espero que o senhor tenha se detetizado antes de citar meu nome, coloque-se no seu lugar,respeite-me, e não fale do que não sabe, pessoas que supõe os achismos devem usar ‘supo’sitórios…. não tem opnião, não sabe debater, então limite-se a sua himilde insignificação, que o senhor para ser um zero a esquerda ainda tem que melhorar muito para fazer cócegas ao meu saber… Para seu governo, felizmente ainda sou filha de papai e não preciso de emprego, sou leitora assídua do blog, pois faço voluntariado, sou estudante e é neste ‘fedido’ meio que trabalharei futuramente. Agradeço se o senhor tiver inteligência de compreender o que falo. (nos meus comentários respeito a opnião de todos, pois para isso que tem o espaço no blog, espero que o senhor saiba se argumentar e respeitar a minha opnião, por que felizmente eu não tive o desprazer de conhece-lo) beijos e boa noite!

  30. Sofia disse:

    Leia-se insignificação como insignificância!

  31. elisaldo disse:

    Sofia parece que é moça encalhada! Defensora do prefeito né, doida por um cargo …………………..

  32. raposa felpuda disse:

    …sou da área de saúde ok!!!seus bobocas!!!a consulta do SUS não é de RS7,00 e sim de RS10,00…precisamos ganhar bem do SUS..pq dinheiro tem…agora vc imagina atender 50 ou 100 pessoas por dia…realmente é um atendimento péssimo.. pq poder público não tem interesse na qualidade e sim em dizer que tem o dr. atendendo…agora como tem os bons profissionais também tem os maus profissionais..em toda área existem isso…GENERALIZAR É BURRICE E IRRESPONSÁVEL….me parece mais futrica política desses saudosistas de FBC…calma agente!!!é bom comer né??!!faz falta!!??DAQUI HÁ 3.5 ANOS VCS TENTAM DNOVO!!!!DEIXE O HOMEM TRABALHAR!!!

  33. raposa felpuda disse:

    ..vcs querem saber quanto ganha um médico!!!??? leia os editais dos concursos..aí sim vcs teram uma opinião formada a respeito dos ganhos dos profissionais da saúde..ok!!!e me parece quando os prefeitos são da área de saúde tem os piores salários!!!!devia ter um salário base para se fazer um concurso.. e não a critério do empregador!!!critique isso!!!!

  34. raposa felpuda disse:

    ..vcs querem saber quanto ganha um médico!!!??? leia os editais dos concursos..aí sim vcs teram uma opinião formada a respeito dos ganhos dos profissionais da saúde..ok!!!e me parece quando os prefeitos são da área de saúde tem os piores salários!!!!devia ter um salário base para se fazer um concurso.. e não a critério do empregador!!!critiquem isso!!!!

  35. Alisando Motoserra disse:

    Pelas expressões eu posso arriscar: as iniciais do verdadeiro nome dete “Observador” são A. M.
    Acertei Sr. “Observador”?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *