São José do Egito e Arcoverde contam suas histórias em livros

por Carlos Britto // 05 de março de 2009 às 22:34

A cerca de 400 km do Recife, no Sertão do Pajeú, São José do Egito padeceu no anonimato literário por 100 anos que sucederam sua emancipação. Quando muito, alguns lembraram-se da cidade como a “capital pernambucana dos repentistas”. Mas nada havia sido escrito sobre sua cultura, geografia, história, economia ou política até que o jornalista Marcos Cirano deu o primeiro passo. Seis anos depois, o resultado da longa pesquisa está em São José do Egito, um século de história: 1909/2009, livro que será lançado amanhã, na cidade.
A obra poderia ser resumida como um compilado genérico de informações sobre o município ou, como prefere o autor, uma grande reportagem sobre sua terra natal. Desde a concepção, a ideia era de produzir um mapeamento amplo, cuja relevância estivesse vinculada à memória do Sertão pernambucano. “O livro é hoje uma fonte completa para pesquisa. Afirmo porque tive muitas dificuldades para encontrar informações oficiais”, conta o autor. Por causa disso, as histórias e dados mais preciosos vieram de onde ele menos esperava: das entrevistas com os moradores e do livro de tombo da igreja local.
Um dos destaques de Ícones…, a fotografia da fachada do extinto cinema Bandeirantes chama a atenção pela arquitetura e pelo fato de lembrar ao leitor de que, no passado, havia cinema no interior. O de Arcoverde foi fechado em 1983, deixando moradores saudosos de apreciar a sétima na tela grande.
Serviço

Lançamento: São José do Egito, Um Século de História: 1909/2009 – sexta, às 20h, na Escola Naná Patriota, em São José do Egito.
Fonte: JC

São José do Egito e Arcoverde contam suas histórias em livros

  1. Edilton Miguel disse:

    Eu Moro aqui em petrolina, mas passo a semana trabalhando numa cidade do interior da Bahia. Nessa cidades por ando nem uma faz mas colreta de lixo numa cacamba velha derramado lixo pela a rua e colocando a vida dos funcionarios em risco, nessa empresa nao tem CIPA ??? Essa E a NOVA PETROLINA ????

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *