Santa Maria da Boa Vista: Ação de reintegração de posse acontece no Assentamento Filhos da Luta

25

reintegracao-de-posse-assentamento-filhos-da-luta

Inúmeras famílias que ocupam o Assentamento Filhos da Luta, na antiga Fazenda Milano, em Santa Maria da Boa Vista (PE), no Sertão do São Francisco, acordaram nesta quarta-feira (5) com um grande contingente de policiais militares destinados a fazer a reintegração de posse do local.

O Assentamento resiste há mais de três anos e os trabalhadores rurais, que são ligados ao Movimento dos Sem Terra (MST), cultivam milho, feijão, banana -entre outras produções agrícolas para a sua subsistência.

Segundo informações, a reintegração foi concedida de modo que as famílias não conseguissem se organizar, para não perder as suas lavouras. Sobre o assunto, o Blog tentou contato com algum responsável pela área, mas ainda não conseguiu. Desde já, o espaço está aberto para esclarecimentos.

reintegracao-de-posse-assentamento-filhos-da-luta2

(fotos/divulgação)

25 COMENTÁRIOS

  1. Existe liminar de reintegração de posse desde o segundo dia da invasão. Essa circunstância caracteriza posse de má fé. Por isso a ocupação de má fé não dá direito a retenção de nenhuma benfeitoria ou lavora. Outra coisa: antiga Fazenda Milano é o escambau! A fazenda é e continuará sendo um oásis de produtividade e de responsabilidade social e compromisso com seus funcionários. Isso tudo apesar de conviver, há 3 anos, com essas pessoas instaladas em suas terras, roubando sua energia e sua água.

  2. OBS. LAVOURA, E NÃO LAVORA. Repetindo: faz três anos que a liminar de reintegração de posse foi concedida. Você acha que não deu tempo para os sem-terra se organizarem para não perder a lavoura? Pede cópia do processo judicial! É o mínimo que o jornalista tem que fazer para honrar a sua profissão, ao invés de ficar publicando coisas por ouvir dizer.

  3. Sou morador na Fazenda Milano a mais de 30 anos, durante esses três anos em que esses vândalos estiveram aqui, acabou nossa paz, graças a Deus hoje podemos dormir em paz, sem terra nunca mais. como diz o leitor acima, pau neles que eles merecem.

    • Vocês deviam sentir vergonha dessas palavras imundas que sai desses seus teclados, realmente estou sentindo nojo dessa espécie humana, egoísta, hipócrita, que não pensa no bem maior! São pessoas como vocês que fazem o nosso Brasil se afundar mais ainda nesse leito de injustiça. Sou sem terra, sou MST, não nego… Isso não me faz diferente de ninguém, o que me destingue de vocês é que eu tenho humildade, humanidade, coisa que vocês que se acham superiores nunca iirão ter.
      E digo mais, quem acha que os sem terra irão deixar a merda dessa fazenda Milando, estão enganados, uma característica desse meu povo é que eles não desistem facilmente. Aguardem, por que essa “paz” segundo nosso colega acima, não vai durar muito tempo!

    • Tbm sou moradora da milano há 19 anos e diferente do q a pessoa a cima falou depois que os assentados “invadiram” a milano nada mudou e só se preocupou pessoas de mente pequena e fechada que escutam qualquer coisa sobre essas pessoas e acreditam, minha gente evoluam e vejam as coisas como elas realmente sao e sobre as pessoas q estavam do lado da cerca gritando pra derrubar as casas das pessoas tenho é vergonha de pessoas como vocês queria ver se fossem as suas casas parem de ser tão egoístas. Essas pessoas trabalham e sao dignas tanto quanto ou mais q v6.

  4. Esse pessoal só sobrevive roubando a água e a energia dos outros. Quando foram assentados na Catalunha, aquela fazenda tinha tudo: água, energia, equipamentos agrícolas, pomares plantados. Hoje só sobrou a desolação. Os pomares morreram. No segundo mês do assentamento a energia foi cortada por falta de pagamento. Os equipamentos foram roubados. Até o ferro da estrutura das construções foi arrancado e vendido. Muitas famílias passaram a se manter através da prostituição infantil: As crianças se prostituíam em troca de 1 quilo de alimento.
    Na fazenda Milano, eles só sobreviveram porque roubavam a energia da empresa, e também a sua água. Além disso, invadiram um pomar de manga e o incendiaram. Também invadiram a vinícola e quebraram as garrafas do seu acervo histórico. Se fosse uma terra improdutiva, eles não causariam tanto estrago. Por isso é que não são benquistos pelos moradores da Milano, em sua imensa maioria.
    Gente assim faz com que a bandeira reforma agrária, que é bela, passe a ser vista como a flâmula de uma facção criminosa.

    • Primeiro colega, creio que você não acompanha o Assentamento Catalunha desde o principio, então isso não da o direito de você sair por ai difamando a comunidade.
      Segundo, de fato o equipamento de irrigação foi roubada, errado está você em afirmar que foi as pessoas de dentro da comunidade que roubou, nem a policia sabe quem foi, e quem é você pra saber? já sei, FBI! quem sabe a Profetiza…
      Terceiro amiga, envolver crianças nas injúrias que você esta indagando, te faz uma pessoa de mente soberba.
      Não precisa nem ser adivinha pra saber que você é uma moradora da fazenda Milano, que apoia um marginal com medo de perder o teto.
      Percebi que você é uma pessoa bem instruída, porém lhe falta sim um conhecimento aprofundado sobre os movimentos sociais, por que pelo o que notei parece que você saltou alguns parágrafos, já ta na hora de ler um pouquinho sobre colega!

      Por fim e não por último, deixe de ser uma pessoa de mente alienada e volúvel… Faz um favor pra sociedade… Cale-se! Se poupe colega!

      • Eita, apareceu outro intelectual aqui para mandar os outros lerem.
        Post. Scriptum:sobre a Catalunha, esqueci de dizer que cada um dos assentados recebeu kit para irrigar seus lotes. Não precisa dizer que ninguém tem mais. Foram vendidos. Deve ter sito este parágrafo que eu tinha ¨saltado¨.

      • Já que você me mandou ler, eu lhe digo: Marx, Norberto Bobbio, Gramsci, Gilberto Freyre, Paulo Freire, estas são minhas referências bibliográficas. Quais são as suas, colega?

    • Sobre Catalunha não fale do que você não saber. Não saia generalizado as coisas, isso não acontece lá e se você tem provas disso e não denunciou é porque você é conivente com o crime, já que você diz que as crianças vão se prostituir na Milano e sabe até que recebem kg de alimento por isso.

      • Não, amiga. Eu não disse que as crianças iam se prostituir na Milano. Elas se prostituíam na estrada mesmo. Ou você nunca ouviu falar do ¨quilão¨? o pior cego é o que não quer ver.

      • Não costumo corrigir as pessoas que falam e escrevem errado. Só corrijo quando essas pessoas, mesmo escrevendo mal, chamam os outros de ¨inguinorantes¨. Quem chama os outros de Inguinorantes merece ser chamado de ignorante. Ignoranteeeeeeeeee. Ignoranteeeeeeeeee! Ignoranteeeeeee!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome