Reunido com entidades lojistas, Prefeito de Juazeiro ouve sugestões para plano de reabertura do comércio

0
Foto: Ascom/ Divulgação

Na manhã desta segunda-feira (27), o prefeito Paulo Bomfim reuniu-se com representantes de entidades lojistas e dos comerciários de Juazeiro para ouvir as sugestões do setor para criação de um plano de reabertura do comércio. Estiveram presentes representantes da CDL, do Sebrae, da Associação Comercial Industrial e Agrícola de Juazeiro (ACIAJ) e do Sindcom, além da presidente do Comitê de Saúde, a secretária Fabíola Ribeiro e o vereador Tiano Félix.

Durante a reunião, o prefeito reiterou a sua preocupação com os comerciantes e demais segmentos que estão com suas atividades econômicas paralisadas por causa da pandemia do novo coronavírus.

“Essa é mais uma etapa do diálogo permanente que tenho feito com todos os segmentos da sociedade durante a pandemia. Nossa primeira missão é preservar a saúde da população. Hoje ouvi os empresários do comércio varejista, que estão enfrentando muitas dificuldades com as lojas fechadas”.

Paulo Bomfim ressaltou ainda que desde o início da pandemia tem se reunido com o Comitê de Prevenção e Combate à Covid-19 e todas as medidas tomadas são embasadas em relatórios técnicos dos especialistas em saúde.

“É a partir das orientações do protocolo de segurança definido pelo Comitê que temos tomado medidas necessárias para evitar um colapso da rede de saúde. Mas também estamos sensíveis ao clamor dos lojistas e vamos avaliar a criação de um plano conjunto para reabertura gradual e segura do comércio”, disse o prefeito.

Um novo encontrou ficou agendado para próxima quarta-feira (29), onde serão apresentadas as propostas do Comitê e das entidades do comércio. Mas, ainda não foi definida uma data para a reabertura dos estabelecimentos.

“Agradecemos ao prefeito por estar sempre aberto ao diálogo e sensibilizado com a questão econômica do município. É uma questão de sobrevivência e manutenção de empregos e vamos apresentar propostas nas quais nos comprometeremos em seguir todas as normais de segurança dos órgãos de saúde”, disse o vice-presidente da CDL e empresário Antônio Elder.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome