Representantes do Sintraf discutem com Guilherme Coelho problemas gerados pela privatização do Pontal

1

isalia-guilherme

Em busca de parcerias, a presidente e o vice do Sindicato dos Agricultores Familiares e dos Empreendedores Rurais de Petrolina (Sintraf), respectivamente Isália Damacena e Reginaldo Alencar, foram ao escritório do deputado federal Guilherme Coelho, na sexta-feira (4), para apresentar as demandas da categoria. Os dois representantes expuseram os problemas gerados pela privatização do  Perímetro de Irrigação Pontal, na zona rural de Petrolina.

De acordo com Reginaldo Alencar, desde que as famílias de agricultores foram retiradas do Pontal, que foi assumido pela empresa vencedora da licitação, o mesmo está paralisado. “Além de causar prejuízo para a economia do próprio município, a desativação do Projeto Pontal tem atrapalhado nossos jovens, que, sem perspectiva de trabalho e renda no interior, vão se aventurar na cidade, provocando a falta de trabalhadores no campo”, disse.

Na reunião, Guilherme afirmou estar de acordo com a preocupação do sindicato e adiantou que defenderá na Câmara dos Deputados, em Brasília, o retorno para o antigo modelo do Pontal. “Faremos isso já a partir de janeiro”, disse o deputado, que assumirá uma cadeira no parlamento no dia 1º de janeiro de 2017.

Entrega simbólica

A presidente do Sintraf, Isália Damacena, aproveitou o encontro para entregar a Guilherme a carta de oficialização do sindicato como sendo a única entidade representante dos agricultores familiares em Petrolina. O edital de oficialização saiu no Diário Oficial da União (DOU) em setembro, depois de sete anos de luta. (foto: Ascom Sintraf/divulgação)

1 COMENTÁRIO

  1. Essa tal PPP(participação pública e privada) nesse projeto, sempre esteve fadado ao fracasso é prejuízo em todoss os sentidos , tanto no que diz respeito ao produtor ter a sua própria terra, como ao erário da nação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome