Relator do impeachment diz que Governo Dilma “sempre peitou o Congresso”

4

FullSizeRender_Fotor

BRASÍLIA – Relator do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) me disse em entrevista que o Governo Dilma sempre peitou o Legislativo e, na hora que deveria ter procurado o Congresso para aprovar decretos que mudavam o Orçamento Geral da União, não o fez.

“Em momento algum o Executivo nacional, desde a chegada da presidente Dilma, demonstrou essa sintonia com o Legislativo. Sempre peitando o Legislativo, sempre mandando goela abaixo todo tipo de questão para cá, como se nós tivéssemos obrigação de votar incontinentemente as suas mazelas. E mais grave ainda: quando precisava mandar para cá para pedir, por exemplo, na questão dos decretos do Legislativo, ela não mandou”, disparou Jovair.

“Só que o dinheiro é norteado pelo orçamento. E ela cometeu crime exatamente aí. Ela pegou o dinheiro, fez o que quis desse dinheiro, que é do povo brasileiro, e não pediu autorização ao Congresso“, acrescentou.

Jovair também rebateu as alegações do advogado-Geral da União, José Eduardo Cardozo, que sinalizou que pode entrar com mais ações no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar barrar o impeachment. “É desespero de afogado. A pessoa que está afogando se desespera e se apega a qualquer coisa que ela acha. Ele achou uma folha e a folha não é capaz de salvá-lo“, disse. O deputado negou que o governo não tenha tido oportunidade de apresentar a defesa da presidente na Comissão Especial que debateu o pedido de impeachment.

4 COMENTÁRIOS

  1. Arrogância. O PT se achava dono do país, mas encontrou quem batesse de frente: a Justiça. E agora vai pagar pelos crimes cometidos. Fora corruPTos. Não vai ter Golpe – VAI TER IMPEACHMENT

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

4 − 2 =