Quatro em cada cinco jovens no mundo são sedentários, alerta OMS

0
Foto: Reprodução

Um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que jovens em todo o mundo praticam exercícios físicos em níveis bem abaixo do que é ideal. Segundo o documento, quatro em cada cinco adolescentes, não chegam a praticar uma hora de atividades por dia, o que pode acarretar sérios danos à saúde.

A OMS se baseia em pesquisas realizadas no período de 2001 a 2016, com mais de 1,6 milhão de estudantes de idades entre 11 e 17 anos em 146 países. Entre estes, 81% não se enquadravam na recomendação da OMS de exercer ao menos uma hora diária de atividades físicas, como: caminhadas, jogos, andar de bicicleta e práticas esportivas em geral.

Chama a atenção o fato de que o problema é maior entre as meninas: 85% eram sedentárias. Entre os meninos, a taxa foi de 78%. Mesmo no Brasil, a situação não está nada legal. Os rapazes brasileiros seguiram a média global, enquanto as meninas a posição é ainda mais alarmante: nove em cada dez adolescentes brasileiras não se exercitavam como deveriam.

Apesar de metas globais ambiciosas para aumentar as atividades físicas entre os jovens, o relatório afirma que não houve mudanças no período de 15 anos avaliado no levantamento.

A OMS não especificou os motivos da inatividade entre os jovens, mas os cientistas responsáveis pelo estudo observaram que a revolução eletrônica parece ter transformado os padrões de movimentação dos adolescentes e os encorajado a passar mais tempo sentados. Muitas vezes, a falta de infraestrutura e de segurança também dificulta que eles possam caminhar ou utilizar bicicletas para ir à escola.

O relatório ainda indicou que os meninos de Bangladesh são os que mais se exercitam, ao contrário dos rapazes da Coreia do Sul, que são os mais sedentários. Por fim, a OMS enfatiza que o sedentarismo pode levar a excesso de peso, obesidade, doenças cardiovasculares e diabetes. Então fica o alerta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome