PTC de Juazeiro deve enquadrar vereadores Caffé e Sargento Bastos por terem ajudado a aprovar contas de Isaac

2

PTC_640x348Após sessão-relâmpago de ontem (26), na Casa Aprígio Duarte Filho, que aprovou as contas do prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho (PCdoB), no exercício de 2011, os vereadores Caffé e Sargento Bastos foram enquadrados pelo seu partido, o PTC.

Respaldado pela direção estadual da legenda, o presidente da Executiva Municipal, Jaílson Barbosa, não gostou nem um pouco da atitude dos dois, que foi de encontro ao relatório do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA).

Numa nota enviada à imprensa, o PTC afirma que os representantes do Legislativo Municipal não poderiam ter ignorado o trabalho técnico do órgão, que reprovou as contas do gestor. Quanto a Caffé e Sargento Bastos, Barbosa ressaltou que ambos deverão receber punições dentro do que prevê o estatuto partidário.

Abaixo, segue a nota:

O PTC – PartidoTrabalhista Cristão de Juazeiro –, através de sua Comissão Executiva e com o aval da Direção Estadual, vem a público informar e esclarecer que reprova e censura a atitude dos vereadores Antônio Tibúrcio de Souza Caffé e Adriano Amorim Bastos, por terem votado pela aprovação das contas do prefeito Isaac Carvalho relativas ao exercício de 2011, que foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios.

O PTC, enquanto agremiação partidária, entende que o trabalho técnico do Tribunal, que detectou tantas irregularidades, desvios, malversação de dinheiro público e desrespeito ao princípio da moralidade administrativa, não poderia ser ignorado ou desprezado pelos vereadores de Juazeiro.

Mais uma vez a Câmara de Vereadores dá as costas e desrespeita a opinião pública, com o agravante de fazê-lo num momento de grandes manifestações em todo território nacional pela faxina ética e combate à corrupção e à criminosa aplicação dos recursos públicos. Mais uma vez a Câmara se reúne de forma sorrateira e silenciosa, sem ter avisado à sociedade e imprensa, não surpreendendo, entretanto, pois partindo desses vereadores, após tantas traições ao povo, nada mais surpreende.

Esta atitude de ontem, mais uma vez, expressa a falta de responsabilidade dos vereadores que votaram pela aprovação das contas rejeitadas do prefeito.

Tal atitude preocupa o PTC, pois soa como desprezo à sociedade, podendo acirrar os ânimos da população já revoltada e servir de gás inflamável para intensos protestos. Juazeiro não suporta mais um legislativo que trabalha contra a sociedade que confiou nesses vereadores, que rasgam e jogam no lixo os relatórios do TCM.

Chega de impunidade. Com relação aos vereadores filiados ao PTC, Caffé e Sargento Bastos, o partido estará adotando os procedimentos previstos nos artigos 7º e 8º e seus incisos do Estatuto Partidário que disciplinam direitos, deveres e fidelidade partidária, podendo resultar em penas que vão de advertência, suspensão e expulsão de seus quadros. A atitude dos dois edis, contrariando o partido e as vozes das ruas, abre a possibilidade de substituição por suplentes da coligação que os elegeu pelo campo da oposição. Chega, basta, o povo não mais suporta tanta indiferença e desprezo.

Juazeiro, 27 de junho de 2013.

Jaílson Barbosa da Silva/Presidente da Executiva Municipal-PTC Juazeiro (BA)

2 COMENTÁRIOS

  1. A lei de responsabilidade fiscal foi ferida nas contas do prefeito de juazeiro, e o TCM reprovou as contas do prefeito de juazeiro-Ba. Isso quer dizer que existe índice de corrupção nas contas do executivo. E infelizmente os vereadores em poucos minutos sem lê o relatório do tribunal, aprovam as contas de juazeiro-Ba.

    Queremos um país sem corrupção por que, em juazeiro os vereadores aceita a corrupção?

    Eleitores, se os seus vereadores votou a contra da lei de responsabilidade fiscal, onde o TCM rejeitou as contas, na próxima eleição não devemos mais permitir esse edis na vida publica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome