Protesto de mototaxistas ofusca solenidade de homenagem aos desbravadores na Casa Plínio Amorim

1

mototaxistas protestoUm protesto promovido por um grupo de mototaxistas, na noite de ontem (29), ofuscou por alguns momentos uma homenagem que Casa Plínio Amorim prestava aos desbravadores de Petrolina pela celebração ao Dia do Desbravador (29 de setembro). Aos gritos de “queremos votação!”, os manifestantes invadiram o plenário, chamando atenção do público presente à Casa.

De acordo com o presidente da Associação dos Mototaxistas de Petrolina, Valter Carlos Pereira de Oliveira, a reivindicação da categoria diz respeito ao um projeto de lei, de autoria do Executivo Municipal, que propõe a implantação do piloto auxiliar no serviço de mototáxi.

Ele contou que há pelo menos um ano o projeto tramita na Casa, sem que tenha sido votado pelos vereadores. “As outras categorias todas têm piloto auxiliar, menos a nossa”, justificou Oliveira, afirmando que falta “boa vontade” da Casa em analisar o projeto.

O presidente da associação justificou que o trabalho diário dos mototaxistas é cansativo, e o piloto auxiliar tem justamente a função de compartilhar esse trabalho, a exemplo do que já ocorre com os taxistas e as vans. Ele informou ainda que, pelo projeto, o profissional também seria cadastrado junto à EPTTC e teria seu alvará. “Isso ia gerar mais renda para Petrolina”, argumentou Oliveira, acrescentando que atualmente os mototáxis ficam impedidos por lei de ter um piloto auxiliar, enquanto o projeto não for votado.

Apelo

Autor da proposta de homenagem aos desbravadores, o vereador Geraldo da Acerola apelou para o bom senso dos manifestantes, uma vez que a sessão era solene e não cabia a discussão, naquele momento. Após conversar com os mototaxistas, o vereador Edilsão do Trânsito conseguiu convencer os manifestantes a deixar a solenidade, com o compromisso de que a Casa irá analisar o projeto.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome