Professores e Prefeitura de Juazeiro não chegam a acordo sobre devolução de verba desviada e greve continua

0

aplb greveDurante mais uma assembleia realizada ontem (19), os professores da rede municipal de Juazeiro (BA) decidiram permanecer em greve. A categoria quer a devolução da verba desviada do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) no ano de 2008.

Segundo nota da APLB/Sindicato local, os professores decidiram mudar o horário das assembleias de 16h para 8h. Eles também decidiram convidar o governo municipal para participar de um encontro com a categoria.

Eles já rejeitaram a proposta do Executivo Municipal de pagar mais de R$ 3 milhões, em 24 parcelas, apenas para os profissionais efetivos e estáveis da ativa, deixando de fora aposentados, pensionistas e contratados da época. Há pouco mais de uma semana, os professores resolveram se solidarizar com os colegas que estão aposentados, como também os pensionistas. Foi então aprovado, por maioria, aceitar a proposta do Executivo, desde que sejam incluídos os inativos.

De acordo com o sindicato, enquanto a prefeitura não sinalizar com uma proposta que seja satisfatória, a greve seguirá. Uma nova assembleia está marcada para esta terça-feira (20) no auditório do Sindicato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome