Professor reclama de serviço de TFD da prefeitura; Secretaria de Saúde reconhece equívoco

1

Em tratamento há sete anos contra o osteossarcoma – um tipo de câncer ósseo –, o professor de zumba, Jefferson Cleiton Costa entrou em contato com este Blog para relatar sua situação. Ele conta que tinha um atendimento clínico marcado para hoje (18) no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), em Recife, mas que perdeu a consulta devido a seu nome não constar na lista de passageiros do serviço de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) da prefeitura de Petrolina.

Jefferson Costa diz ter confirmado no último dia 6/11, junto à Secretaria Municipal de Saúde, uma poltrona em uma das empresas de ônibus que faz o transporte de pacientes do TFD para a capital pernambucana. Ontem (17), porém, não pôde fazer o embarque. “As pessoas estão perdendo as sua consultas porque os motoristas não encontram nossos nomes na lista”, alertou.

Após o contato de Jefferson, o Blog buscou uma resposta da Secretaria de Saúde, que por meio de nota, confirmou o ocorrido e explicou que a causa do problema foi um erro no sistema que lança as datas da viagem. Na nota, a secretaria também solicitou ao paciente que retorne ao órgão para fazer a remarcação.

Veja a nota na íntegra:

A Prefeitura de Petrolina informa que a marcação foi feita, contudo ocorreu um erro no sistema que lançou a data da viagem para o dia 18 de novembro. A Secretaria de Saúde  entrou em contato com o ambulatório de Ortopedia do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), no Recife, e foi informada que o paciente pode comparecer para consulta toda segunda-feira no ambulatório da unidade.

A Prefeitura frisa que o paciente deverá comparecer à Secretaria de Saúde para remarcar sua viagem, e que esse problema não prejudicou as consultas e procedimentos dos pacientes nos hospitais da capital.

A Prefeitura ressalta a importância do serviço do TFD para a saúde pública e reforça que não tem medido esforços para oferecer serviços de qualidade aos petrolinenses.

Secretaria de Saúde de Petrolina/Ascom

1 COMENTÁRIO

  1. Pra ver como é a vida do Cidadão brasileiro pobre ,o cara a 7 anos atrás de um tratamento, o prefeito de São Paulo Bruno Covas descobriu um câncer no estômago se espalhou para o fígado,já fez todos tipo de tratamento no hospital do Sírio-Libanês,já vai dá expediente na prefeitura,enquanto o camarada ainda esta atrás de uma consulta,político tem muita mordomia com nosso dinheiro,ainda tem abestalhados que brigam por estas traças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome