Professor lamenta descaso com árvore “condenada à morte lenta” no Centro de Juazeiro

3

Uma árvore localizada na área bancária no Centro de Juazeiro (BA) sofre com a ação do tempo e, principalmente, das pessoas. O que chama a atenção não é o tamanho da copa, nem a extensão do seu caule, mas sim o estado em que se encontra a centenária árvore, que serve de sombra para mototaxistas.

Uma dos que lamentam esse descaso é o professor e jornalista Flávio Ciro, que num texto publicado em redes sociais destacou: “Ela [a árvore] não comemora aniversário, caminha para a morte. Tragédia anunciada e não percebida por todos nós tão sensíveis, inteligentes e engajados nas causas mais nobres da vida. Triste Juazeiro, triste nós”. Lamentável. (foto/reprodução Facebook)

3 COMENTÁRIOS

  1. Obrigado pela força Britto. Mas a acrescentar, diria que o mais terrivel eh o uso que os mototaxistas fazem da arvore. SE fosse em Brasilia ou em outro local de destaque, instituiçoes estariam dando providencia. Bom lembrar que a categoria dos mototaxistas tem sua associaçao, vereador etc. Esses suportes intiruicionais e politicos servem para promover a categoria a boas praticas. No caso…. eh descaso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

18 − 9 =