Primeiro dia de greve dos bancários tem longas filas e reclamações em Petrolina e Juazeiro

1

greve bancários juazeiro

Como já era esperado, o primeiro dia de greve dos bancários, nesta terça-feira (6), foi responsável por longas filas e muitas reclamações nas agências de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Muitas das agências pararam de funcionar ou funcionam apenas parcialmente, por tempo indeterminado, a partir de hoje. Na cidade baiana, de acordo com o Sindicato dos Bancários, existem 12 unidades de atendimento, onde trabalham 250 bancários.

A paralisação é resultado de acordo entre Federação Nacional dos bancos (Fenaban) e Comando Nacional dos Bancários. Dentre as propostas, a categoria pede reajuste salarial de 14,78% (reposição da inflação mais 5% de aumento real), PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de três salários mais R$ 8.317,90, além de mais contratações, investimento em segurança e melhores condições de trabalho.

Os clientes podem utilizar os caixas eletrônicos para agendamento e pagamento de contas (desde que não vencidas), fazer saques, depósitos, emissão de folhas de cheques, transferências e saques de benefícios sociais. Outra opção também são os correspondentes bancários. A última paralisação dos bancários ocorreu em outubro de 2015 e teve duração de 21 dias, com agências de bancos públicos e privados fechadas em 24 estados e do Distrito Federal. Na ocasião, a Fenaban propôs reajuste de 10%, em resposta à reivindicação de 16% da categoria. (foto/divulgação)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome