Presos com dinheiro falso em Uruás. Conheça as crianças

por Carlos Britto // 18 de janeiro de 2009 às 11:48

Seis homens em três motos realizando compras com quase R$ 2.200,00 em cédulas falsas foram presos em Uruás.. Eles portavam uma pistola 6.35, dois revolveres calibre 38 e uma sub metralhadora ponto 40 . Eles confessaram que iriam assaltar um estabelecimento comercial de Uruás, no domingo e também a associação dos trabalhadores rurais. Seus nomes: Jean Francisco da Silva, 20 anos, agricultor, morador do Assentamento Catalunia, Lagoa Grande – PE,Sandro da Costa Silva, 30 anos, Agricultor, morador da rua Tanque do neves, s/nº, Ouricuri – PE,Marco Luis Berto, 34 anos do Assentamento Catalunia, Lagoa Grande – PE, Damião da Silva Souza, 29 anos da Rua 05, nº 22, Vermelhos – PE, Genival Geronimo da Silva, 21 anos, agricultor, condenado à pena de 17 anos pela prática de homicídio qualificado no município de Ipubi-PE, no ano de 2000 e encontrava-se no regime aberto, morador do Assentamento Catalunia, Lagoa Grande – PE, Marciano Mauricio Berto, 19 anos do : Assentamento Catalunia, Lagoa Grande – PE.

Fonte: Comunicação 5o BPM

Presos com dinheiro falso em Uruás. Conheça as crianças

  1. inocente disse:

    deve ser uma pequena amostra da nova geração de bandidos que se forma na região. A situação é muito grave e tende para o insustentável. Os poederes publicos não podem se curvarem diante desta triste realidade. O assunto precisa ser debatido e as soluções implementadas com o máximo de brevidade

  2. Andréa Cristiana disse:

    Prezado,
    Li com evidente surpresa a nota acima sobre a prisão de pessoas em Uruãs. Sabemos que a violência na região do Vale SubMédio São Francisco se torna um assunto de relevância pública. Mas devemos ter consciência de como publicar notícias semelhantes. A quem interessa “conhecer as crianças” do titulo acima, além da identificação dos nomes e endereço de suas residências? Por algum motivo, eles são animais ou bicho de estimação que o leitor necessita conhecer? Eles também não têm família – filhos, mulheres – que podem sofrer algum tipo de discriminação ou pior algum crime cometido por motivos vários? Quando alguém é acusado de cometer um crime, cabe à Justiça agir para identificar qual restrição da lei a pessoa incorreu e a penalidade prevista no Direito Penal. Não cabe à imprensa publicar notícias com teor de provocar a ridicularização do outro e evidente desrespeito a dignidade humana, independente de quem seja a pessoa e/ou crime cometido. Precisamos de notícias policiais que possam nos esclarecer sobre como a violência se manifesta, como os orgãos competentes têm atuado para garantir a segurança e como podemos trabalhar por uma cultura de paz e justiça social.
    Andréa Cristiana, Jornalista e professora do DCH/UNEB.

  3. DATA disse:

    Qual foi a data da ocorrência?????

  4. guigo disse:

    Cara Andreia, tem que ser divulgado com todas as informações, a sociedade precisa estar informada quem foi pego praticando crimes para tentarem se proteger.

  5. Ludmilla disse:

    Concordo com Andréa.
    Precisamos ser informados, sim! Mas quem mais, além da polícia, vai fazer uso dos endereços das pessoas envolvidas? Muitas vezes a família nenhum conhecimento tem dos atos praticados.

  6. Desconfiado disse:

    Se vcs estão com tanta pena, levem pra criaá-los. Ridículo é jornalistas, que formam uma classe de formadores de opinião se ocuparem em defender criminosos.

  7. LAMPIÃO disse:

    Andréa Cristiana, com certeza vc nunca foi abordada por estas “CRIANÇAS”, olhe bandido não tem pena de niguém, em momento algum houve RIDICULARIZAÇÃO, ou coisa parecida na redação postada, temos que ter respeito e consideração com quem nos considera, essa de querer passar a mão na cabeça de delinquente, só piora a situação, deixe que a PM, a PRF a PC o MPE, o MPF e outras autoridades competentes cuide destas “CRIANÇAS”, a nós simples cidadãos, cabe apenas agradecer o serviço da PMPE, que prendeu e como vemos os acusados estão ilesos, isso sim merece ELOGIOS, quanto seu texto respeito mas acredito que esta longe de ser ELOGIADO.

  8. mary disse:

    concordo com a opinia de andrea cristina.pena que soframos com a critica de algumas pessoas realmente o blog tem que apenas nos informar e ser imparcial na noticia.

  9. Durão disse:

    Andréa, minha santa, cuidado pra não ser confundida. Estas pessoas deixaram de merecerem o tratamento para criança. Precisamos evoluir. Quem comete crime tem que pagar por ele e as pessoas têm o direito de conhecerem estes elementos perigosos, principalmente os próprios vizinhos deles que não sabem com quem convivem. É aquela citação: merece tratamento humano quem é humano.

  10. Desmascarador disse:

    Como é difícil estabelecer um bom nível de diálogo, no qual seja vsível uma opinião sensata, civilizada. Não adianta debater com bárbaros. Será que esses que comentam em desacordo ao que a professora proclama chegarão a uma civilidade? Eis a questão.

  11. cacia disse:

    parabéns para esses homens que fazem nossa sigurança,mereçem td nosso respeito e adimiraçaõ,ñ só uruas mais td regiaõ agradeçe.

  12. Carla disse:

    Parabenizo estes nobres policiais que prenderam esses elementos que nos causam grande transtorno em nossa comunidade e com isso trazendo enormes prejuizos em nossas vidas.Esses policiais arriscaram às suas vidas para nos proteger e estou aqui para agradecer a PMPE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.