Presidente da Associação de Moradores do bairro Pedro Raimundo cobra melhorias para comunidade

0

Recém-empossado como novo presidente da Associação de Moradores do bairro Pedro Raimundo, zona norte de Petrolina, Jefferson Barbosa cobra benefícios para aquela localidade. Em entrevista a este Blog, ele disse que a comunidade não tem infraestrutura, falta iluminação pública e segurança, além de problemas relacionados a esgotamento sanitário e falta de incentivo para os jovens.

Queria que todos os setores da prefeitura chegassem junto das associações, porque a gente precisa deles e eles precisam da gente. Eles deveriam abraçar essa causa, pois as associações [comunitárias] não estão sendo valorizadas”, comentou o presidente.

De acordo com Jefferson, a prioridade no momento é a reforma da sede da associação, localizada na Rua 22. Para isso, ele acredita que a obra será feita com recursos dos próprios comunitários. Ele também falou sobre a situação do canal que corta a comunidade, que estaria deteriorado e, à noite, o problema se agrava devido à escuridão no local. O problema, diz Jefferson, se repete na Avenida José Maciel, que estaria sem iluminação pública.

Outro problema destacado por ele é em relação aos esgotos estourados. “A comunidade inteira sofre com esse problema. O pessoal da Compesa desobstruiu uma boca de lobo numa determinada rua, mas quando vão embora o problema volta a acontecer. Eles deveriam ficar atentos a isso, pois pagamos caro por uma coisa que não temos“, pontuou.

Segundo o presidente, a comunidade também sofre com uma onda de assalto. Ele pediu uma maior atuação da polícia no Pedro Raimundo. “A gente precisa que a polícia faça mais rondas pelo bairro, pois assaltos estão acontecendo durante o dia.

Projetos e minicursos

Coordenador dos programas ‘Escola Aberta’ e ‘Aluno Colaborador’ na Escola José Raulino Sampaio, no Vale do Grande Rio, comunidade vizinha, Jefferson pretende implantar os projetos no bairro Pedro Raimundo. Segundo ele, os programas consistem em instruir os estudantes com problemas comportamentais, onde são desenvolvidas estratégias para a solução de problemas e assim diminuindo o “negativismo” observado nesses estudantes.

Como maneira de incentivar os jovens, Jefferson Barbosa informou que vai procurar o Senai e o Sebrae para a realização de minicursos na sede da Associação. Além disso, aulas de zumba, de capoeira e de artesanato também estão previstas para movimentar a associação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

19 + 18 =