Prefeitura e Facape rebatem denúncia do presidente do DCE sobre servidora que estaria recebendo dois salários sem trabalhar

11

A prefeitura e Petrolina e a Faculdade de Ciência Aplicadas e Sociais (Facape) rebateram a denúncia do presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Adonjones Fernandes, que denunciou que uma servidora da prefeitura cedida à Facape estaria recebendo salário, mesmo sem trabalhar. Segundo Adonjones, a advogada Camila Cruz nem mesmo mora na cidade e ainda assim – sem dar expediente algum – estaria recebendo seus salários tanto pela prefeitura de Petrolina quanto pela autarquia de ensino.

Acompanhe a nota da prefeitura e da Facape, na íntegra:

Respondendo as denúncias encaminhadas à imprensa que tratam sobre funções acumuladas pela advogada Camila Cruz, a Prefeitura de Petrolina e Facape esclarecem que a profissional é professora titular da Facapee que foi cedida para prestação de serviço na administração municipal, onde exerceu o cargo de procuradora-geral durante longo período e hoje atual como chefe do escritório de representação do Gabinete do prefeito. Todo o processo de cedência foi validado através de ofícios e respaldado pelo regimento de ambas as instituições.

Enquanto concursada, Drª Camila recebe da Facape o seu salário base e por exercer função de confiança na gestão municipal, recebe verba de representação, o que não é caracterizado como salário. Portanto, não há nenhuma irregularidade na conduta profissional de Camila Cruz ou qualquer desvio de finalidade nos rendimentos que constam nas folhas de pagamentos da Facapee Prefeitura de Petrolina.

Prefeitura de Petrolina e Facape

11 COMENTÁRIOS

  1. É a velha política do clientelismo, bem vista por nós pelo falecido ACM, aos amigos tudo, aos inimigos o rigor da lei. Procurem ver se ela trabalha na prefeitura, mas trabalhar no sentido real da palavra conforme,não de faz de conta. Por estas e outra que o nosso País esta desta forma, sem rumo, sem jeito! Quem poderia melhorar as coisas, se preocupa apenas com o seu lado e seus aliados!

    • Pessoal essa não é a primeira e nem ultima, tem os filhos de V e veja quantos fantasma dos Coelhos tem também, os politicos fazem da coisa pública sua propriedade, tá se lixando pra o povo. Olha que os salarios são bem maior do que quem trabalha de verdade, esses nem lá vão e nem mora na cidade as vezes. E só fazer uma pesquisa rápida.]

  2. Típico do povinho desse país. “99%” são corruptos. Fim de papo. Se for rico ou chegado de rico, pode fazer o que quiser. Até sair atropelando e matando pessoas por aí. Paga fiança e sai kkkk. Se for pobre, se lasca.

  3. A Doutora não foi morar em Recife? O seu esposo foi transferido para lá, certo? A menos que a sua carga horária como funcionária da Autarquia municipal e como procuradora do município sejam compatíveis não há ilegalidade. Porém, mesmo dentro da legalidade deve haver compatibilidade de horários, certo? A parte moral é outra história.

  4. Mas quem é Adonjones para questionar alguma coisa? Ele também está ilegal perante a Comunidade Estudantil da FACAPE. Impetramos ano passado uma denúncia junto ao Conselho Autárquico apontando erros da suposta eleição do DCE. Hoje ao ler a matéria vejo que dissimuladamente ele continua irregular, mas postulando como se fosse de fato o Presidente do DCE. É preciso tirar suas travas para depois questionar a dos outros nobre estudante e suposto presidente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

oito − 8 =