Prefeitura de Petrolina troca a direção do Hospital de Traumas

por Carlos Britto // 08 de abril de 2009 às 21:00

Vários leitores do blog escreveram e nós fomos buscar as respostas.

A Assessoria de Imprensa da prefeitura nos confirmou que duas pessoas da diretoria do Hospital de Traumas estão mesmo sendo demitidas. Dois novos profissionais vão assumir, embora não confirmem ainda os nomes.

Apuramos também que uma consultoria está sendo contratada para um diagnóstico mais preciso. O certo é que as repetidas críticas e a insatisfação da comunidade com a saúde de Petrolina começam a incomodar o prefeito.

Prefeitura de Petrolina troca a direção do Hospital de Traumas

  1. O IMIP quer o HDM (Dom Malan);
    O IMIP quer o HUT (Hosp. de Traumas);
    O IMIP quer o Regional (Hospital Regional de Juazeiro);
    O IMIP quer ter curso de Medicina no Vale do São Francisco;
    O comentário agora é que só falta o IMIP quer também a licitação para concluir a duplicação da Ponte Presidente Dutra.
    Mas brincadeiras à parte, não seria bom todos os hospitais na mão de um só grupo!!!
    aluilce@terra.com.br

  2. CUIDADO!!!!!! disse:

    O prefeito Júlio Lóssio é sábio e saberá agir na hora certa. Esse povo da saúde em Petrolina é mais cheio de direito de que o “projeto inacado de vereador” Osinaldo. Pior de ele só o tal do presidente do Sindimotos. Mas a batata dele também está assando. Assim como o prefeito agiu no traumas, com certeza vai agir também na baderna dos mototaxistas e vai colocar cada um em seu devido lugar. Duvidem da capacidade desse prefeito.

  3. Ai Ai disse:

    Até agora o prefeito e sua equipe não mostraram absolutamente a que vieram.

  4. Opara disse:

    Diante de todas as dificuldades: crise financeira, câmara de vereadores, FBC e cia, Gonzaga Patriota, todos contra o projeto do atual Prefeito, ele vem fazendo uma administração racional e progressiva.

  5. epaminondas disse:

    queira deus que o prefeito comece a acertar nas decisoes.
    a populaçao votou nelle por varias razoes…
    a mais importante ,foi justamente o discurso da” resoluçao “dos problemas na saude!
    vamos em frente e boa sorte!
    veja que o mais sacrificado e sempre o menos favorecido.

  6. ATENTO disse:

    Cuidado, se não há esperança, pra q viver? O IMIP, pra quem não sabe, está com meio corpo dentro do H. de Traumas, logo, logo, assumirá tudo… Os diretores q estão saindo, foram indicados por parceiros do prefeito. Se eu fosse Julio Lost, aproveitaria a oportunidade e demitiria o Marcelo Cavalcanti (EPTTC), exoneraria os secretários de educação, da saúde, da infraestrutura, do desenvolvimento, da agricultura (irrigada e sequeiro) e outros mais… pois nesses cem dias de gestão não apresentaram nada de positivo para a nossa cidade.

  7. Geam disse:

    O prefeito desta cidade já está mais do que na hora de se preocupar mesmo com a saúde da população, até mesmo pq a sua campanha era só nisso que se falava, “É O PREFEITO DA SAÚDE…” Pensei que ele ja estava a muito tempo imcomodado com essa situação. Lóssio! Vamos colocar em prático o prometido. Não esquecendo de outros problemas que toma de conta da nossa cidade, como por exemplo os buracos da Monsenhor, da Av. Integração, Compesa… Ah! Talvez você não ande por esses locais.

  8. Itaneide disse:

    Realmente a saude não só de Petrolina como do Brasil inteiro é muito precaria, e temos fé em Deus que futuramente o Prefeito de nossa cidade possa pelo menos investir mais um pouco na saude, dessa população que acreditou e confiou nele, através de informações boa da pessoa dele como médico.
    Não esquecendo que ainda é cedo para tanta cobrança, é impossivel em menos de um ano se resolver tudo….

  9. HUMBERTO disse:

    Coitada de nossa cidade. Em outros tempos o governador do Estado requisitou o seu prefeito (FBC) para integrar uma importante área do seu governo, diante do potencial do então prefeito. Já esse Julio Losssio….Só aparece negativamente…ACORDA PREFEITO. Não acerta uma. Na assistência social é um desatre. Nos primeiros cem dias só mostrou filas quilométricas, expondo a população pobre a toda sorte de descaso. Quem sabe depois de algum tempo o prefeito consiga experiência com os erros dele próprio. Tomara

  10. PETROLINA NÃO PODE ESPERAR! disse:

    dr. aluilce vasconcelos está correto, devemos ficar muito atento para o monopólio que o imip está tentando montar na nossa região, ele “o imip” entrou no hospital dom malan sem licitação, é o principal articulador desta comissão do vale do são francisco que compreende Petrolina/juazeiro e cidades circunvizinhas, pensou que em juazeiro iria entrar no regional assim como entrou em Petrolina e está quebrando a cara pois está havendo licitação ou seja a licitação está parada pois havia irregularidades em documentos e até agora não saiu nada, por enquanto está quebrando a cara, mas já comentam que é certo a entrada do IMIP para o regional pois é uma instituição muito poderosa, já foi dito na Radio Juazeiro por Geraldo José que parece que o IMIP é de HUMBERTO COSTA ex-ministro da saúde aí dar para entender porque é tão poderoso.

  11. JOÃO PAULO disse:

    É CLARO QUE O MONOPÓLIO É PREJUDICIAL E O QUE É PUBLICO TEM QUE SER DIRETAMENTE ADMINISTRADO PELO PODER PÚBLICO. A MENOS QUE ELE SE MOSTRE INCAPAZ DE DAR CONTA. AÍ FICA COMPLICADO.
    MAS “PETROLINA NÃO PODE PARAR”, preste atenção….O IMIP é da Família Figueira…..

  12. CARLOS disse:

    ALGUÉM JA VIU ALGUMA D I V U L G A Ç Ã O DE L I C I T A Ç Ã O DO SERVIÇO PUBLICO MUNICIPAL . GOSTARIA DE CONHCER AS CONCORENTES…….
    PELO QUE É ANUNCIADO PELA MIDÍA , IMPERA SEMPRE A LEI DO GERSON NESSES SEVIÇOS…..

  13. Mãe Diná disse:

    Quem foi demitido? Cite os nomes!

  14. Raphael disse:

    O Hospital Trauma não tinha orelhão publico, a diretoria demitida colocou, não tinha bebedouros, a diretoria demitida colocou, não tinha ponto de ônibus a diretoria demitida colocou, não tinha assistente social e enfermeira na recepção, a diretoria demitida colocou, não tinha TV e sala de espera organizada, a diretoria demitida colocou, não tinha SAME a diretoria demitida colocou, não tinha organização na entrada de visitantes, a diretoria demitida organizou. Enfim o hospital trauma perde uma diretoria que cuida bem das pessoas. Quer isso Dr. Mendes? Quer isso Dr. Julio? Não se mexe em time que esta ganhando. Quer desorganizar o organizado? Cadê os veriadores para nos defender?

  15. Silvia Silva disse:

    Que mentira rafael, essa diretoria ja encontrou tudo encaminhado as pequenas coisas foi por tempo mesmo, mas essa operacionalização foi feita por Dra.Gildenia.

    Mas, essa demissão tá furada, ai vem bomba não será a Fundação Neurocardio pra administrar…..! Pelo visto Julio não dá ponto sem nó, alguma vsntsgem ela v i dar pra a iniciativa privada que sustentou sua campamha.Vamoa aguardar. Agora comparar o IMIP com estas fundaçõeszinha inventadas apenas para proveito proprio. Quem conhece o IMIP de perto sabe, peerguntem a população pobre de pernanbuco o que acham do IMIP. Opiniçõ desses burgueses não vale. Faça uma enquete no radio e nao na inernet sobro o IMIP.

  16. Paulo José disse:

    Sou esposo de uma funcionária do Hospital e concordo com Raphael o hospital vai perder muito, pois alem desses feitos vinha fazendo um trabalho de redução, com a Celpe, com o lixo hospitalar, com as terceirizadas, com os fornecedores. Mas qualquer decisão quanto às terceirizadas deve alterado pelo secretário de saúde e não pelos representantes. Será que o secretário atendeu as solicitações?
    Silvia Silva, O que Dra. Gildênia fez?(Um Elefante Branco);O que tem haver com a Fundação Neurocardio? E com IMIP? Comentário sem fundamento.

  17. Gilvan disse:

    Paulo tem razão Dra Gildenia , Dr. Ezir, Dra. Adriana não contribuíram muito, pois nenhum documento obrigatório para funcionamento havia no hospital e nem solicitado porem essa diretória demitida já havia solicitado, Não tinha serviço de Contas Médicas e essa diretoria demitida implantou, e nem credenciamento básicos para complexidade e a diretoria demitida solicitou. Perda irreparável para nossa região. Acorda Dr. Julio Lost.

  18. O Pajé disse:

    PETROLINA NÃO PODE ESPERAR, em outra mensagem falaste sobre a possibilidade de que o IMIP tb assuma o Traumas por acaso poderia colocar o convênio nº 1.396/2008, firmado entre a Secretaria de Atenção a Saúde/SAS/MS e o Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira – IMIP para que todos tomremos conhecimento?
    Grato!

  19. neide maria disse:

    o problema da saude em petrolina se tornou cronico, de nada adianta acusar esse ou aquele prefeito. e sim colacar os postos de saude funcionando adequadamente, atendendo a populaçao local, e casos urgentes, nos hospitais de grande porte, enquanto isso nao for feito, havera dinheiro nascendo na rota errada,ou seja, a populaçao sofrendo e todos os debates esgostados com discursos que conhecemos muito bem, e fechamos nossos olhos para enxergar o obvio, falta pulso para administrar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *