Pré-candidato a deputado federal pelo Partido Novo fala em “renovação” e detona Temer e Paulo Câmara

4
Charbel Maroun, integrante do Partido Novo em Pernambuco. (Foto: Duda Oliveira/Blog do Carlos Britto)

O procurador da Prefeitura do Recife e ex-presidente do Partido Novo em Pernambuco, Charbel Maroun, é mais um que pretende disputar uma vaga na Câmara Federal nas eleições deste ano. Em entrevista a este Blog, ele contou que, acima de tudo, seu partido busca renovação. “A nossa proposta é lançar pessoas que nunca tiveram mandato. Este ano em Pernambuco só teremos candidatos a deputado federal, já são 12 aprovados no processo seletivo. A nossa proposta é lançar pessoas que nunca tiveram mandato, é renovação. O Novo é uma alternativa”, declarou, informando que a legenda foi regularizada em 2015.

Com a tese de ser um partido com um “jeito novo e diferente de fazer política”, Charbel Maroun explicou que o partido faz um processo seletivo para escolher quais dos seus filiados vão disputar o pleito. “A escolha de quem vai se candidatar é feita através de um processo seletivo, realizado por meio do site do partido. É através do processo seletivo que as pessoas analisam se ele está alinhado com os valores do partido“. Depois disso, tem mais duas etapas de avaliação por dirigentes da legenda. Segundo ele, o método vem sendo adotado para a escolha de candidatos em várias cidades do país.

Charbel Maroun, integrante do Partido Novo em Pernambuco. (Foto: Alieny Silva/Blog do Carlos Britto)

Para Charbel, “os problemas hoje no Brasil têm sido criados pelo próprio governo”. Ele detonou o presidente Michel Temer. “O Governo Temer tem a mesma equipe econômica que o Lula tinha nos primeiros anos de governo. Só que o Temer é um governo fraco, sem poder. Ele é desonesto e vive cercado de gente desonesta. Aplicando-se a lei, ele já deveria ter saído há muito tempo”, argumentou.

A nossa proposta é que o governo pegue menos dinheiro das pessoas, e as pessoas possam gastar, por elas mesmas, e fiquem com mais dinheiro nas mãos. O Novo é o único que não usa fundo partidário. Todo filiado paga 29 reais por mês para bancar a estrutura do partido”, frisou o pré-candidato.

Governo de Pernambuco

Questionado sobre o posicionamento do Partido Novo em relação às eleições deste ano e qual avaliação ele faz do governador Paulo Câmara, Charbel detonou: “A gente se coloca numa postura de independência, não vãos coligar com ninguém. Sobre Paulo Câmara, vejo que é um governo que repete política do passado. É mais do mesmo e o mesmo de sempre. Ele não tem coragem de inovar, de fazer algo difere. Nem de copiar algo que deu certo em países desenvolvidos e trazer para cá. Não tem coragem, não apresenta propostas e não assume a responsabilidade”, disparou.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome