Polícia prende na zona rural de Petrolina agricultor acusado de latrocínio

0

revolver apreendido_640x480Uma operação em conjunto com o serviço de inteligência do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) e Malhas da Lei culminou com a prisão, no último final de semana, do agricultor Gilvan de Jesus Brito. Residente no Sítio Malhadinha,  ele foi preso no Poço da Onça, distrito de Rajada, na zona rural de Petrolina, sob a acusação de um latrocínio (assalto seguido de morte) ocorrido no último dia 13 de maio.

Ao ser preso, Gilvan confessou ter sido o autor do disparo de arma de fogo que matou Paulo Teotônio Rodrigues, o qual chegou a ser hospitalizado, mas veio a falecer no início deste mês.

O agricultor revelou ainda que seu irmão, Douglas de Jesus Brito, também teria participado do crime, e disse à polícia onde estava a arma. No local a equipe encontrou um revólver calibre 38, marca Taurus, mais munições e 14 estojos vazios de espingarda calibre 36. Gilvan e o material apreendido foram entregues à Delegacia de Polícia Civil (DPC). Não há informações sobre o irmão do agricultor. (Foto: 5º BPM/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome