PMPE fecha rinhas de galo em Sertânia e Arcoverde

2

Duas rinhas de galo foram descobertas e fechadas pela Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) neste fim de semana, nas cidades de Sertânia e Arcoverde, no Sertão. Os flagrantes ocorreram na noite do sábado (1º).

Em Sertânia, a ação foi conduzida por policiais militares do 3º Batalhão, em uma operação conjunta com a Vigilância Sanitária e a Guarda Civil Municipal.

Ao todo, 13 pessoas que estavam aglomeradas no local e sem usar máscaras de proteção contra a Covid-19 foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil do município. A rinha funcionava na rua João Alves, no bairro de Alto do Rio Branco.

No local da rinha foi apreendido um rebolo, apetrecho utilizado para fazer os galos brigarem. Com um dos frequentadores, foi encontrada uma faca peixeira de 10 polegadas. 

Dois animais, feridos de combates recentes, segundo a polícia, também foram resgatados. Todo o grupo foi levado para a Delegacia de Polícia Civil (DPC) de Sertânia, onde foram tomadas as medidas legais.

Arcoverde

Os policiais militares do 3º Batalhão fecharam uma segunda rinha de galo, dessa vez na cidade de Arcoverde, também no Sertão. O flagrante ocorreu poucas horas após o fechamento da rinha de Sertânia. Segundo a polícia, a rinha funcionava com uma grande aglomeração de pessoas no povoado de Ipojuca, na zona rural de Arcoverde.

Pelo menos 200 pessoas estavam reunidas no local, onde foram encontrados uma pequena porção de cocaína em um banco próximo a uma das arenas, troféus, galos machucados pelos combates, papéis de contabilização de valores de apostas e do tempo das brigas.

O responsável pela rinha foi conduzido para a DPC de Arcoverde, assim como tudo que foi apreendido no local. (Fonte: Folha de Pernambuco)

2 COMENTÁRIOS

  1. Não entendo como tem pessoas que ainda sente prazer em maltratar animais. Não só isso, mas vejo constantemente em cidades menores, pessoas com alçapão pra pegar passarinhos. Tem que haver uma política forte de concientizacao das pessoas, bem como uma repressão mais enérgica. Esse crime deve ser inafiancavel.

  2. Lamentável esse tipo de negócio.
    Dinheiro sujo com sofrimento dos animais.

    Aí vc prende o responsável, e vem os direitos humanos dizer:
    – Solta o bichinho ele não oferece risco a sociedade….
    Ah por favor.
    Coisas do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome