Plantio de mudas e homenagens póstumas marcam Dia Mundial do Meio Ambiente em Juazeiro e Petrolina

1
Foto: CLAS Comunicação/divulgação

Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), as duas maiores cidades do Vale do São Francisco, comemoraram neste sábado (5) o Dia Mundial do Meio Ambiente com o plantio de mudas de plantas nativas da caatinga e uma homenagem às pessoas que morreram vítimas da Covid-19. O movimento começou logo às 8h, na margem pernambucana do Rio São Francisco, com o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, dando início ao plantio de 7 mil mudas de plantas nativas do bioma – a exemplo de marizeiro, ingazeiro, pau ferro, paineira, ipê roxo, caraibeira e umbuzeiro.

Um dia muito especial que envolve conscientização, reflexão e prática através da ação de reflorestamento das matas ciliares. Estamos fazendo hoje um desafio para que todas as cidades plantem mais árvores”, ressaltou Miguel. O prefeito lembrou que a ação faz parte do programa ‘Orla Nossa – Cidades Ribeirinhas’. Ele aproveitou para agradecer à Agrovale pela doação das mudas e às Forças Armadas que fizeram o plantio, com apoio técnico do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IFSertãoPE),  além dos parceiros Bayer e Granvalle.

Foto: CLAS Comunicação/divulgação

No outro lado do rio, a orla de Juazeiro também lembrou a data com o plantio de mudas da caatinga em homenagem às pessoas do município que morreram vítimas da Covid -19. O evento, realizado pelo Rotary Club Juazeiro em parceria com a prefeitura, reuniu familiares e amigos das vítimas da doença, simbolizando a criação do Memorial da Saudade.

De acordo com a presidente do Rotary Clube Juazeiro, Francis Medrado, cada muda plantada recebeu uma placa com o nome de um ente juazeirense que partiu na pandemia. “Uma forma de ressignificar o sentimento dos familiares que sequer puderam abraçar e se despedir. Aqui no Memorial da Saudade, a muda que um dia vai virar um umbuzeiro certamente irá ofertar frutos e sombra às futuras gerações. Agradecemos às parcerias do Núcleo Regional de Saúde Norte, a Universidade do Estado da Bahia (Uneb), a Associação dos Fibromiálgicos do Vale do São Francisco (AFibroVasf) e à Agrovale, que fez a doação das mudas da Caatinga“, enfatizou.

Projeto

Segundo a coordenadora de Meio Ambiente da Agrovale, Thaisi Tavares, a doação das mudas para as duas cidades é mais uma ação do projeto socioambiental ‘Viveiro de Mudas Nativas’, que completou 13 anos com a marca de 400 mil mudas doadas para 45 municípios dos Estados nordestinos da Bahia, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. “Nossa empresa contribui para ampliação da cobertura verde das cidades, recuperação de áreas degradadas, visando uma maior sensibilização e sustentabilidade ambiental da biodiversidade regional. E para nós é uma grande felicidade comemorar este Dia Mundial do Meio Ambiente, preservando os ecossistemas da Caatinga e das matas ciliares do Rio São Francisco“, concluiu.

1 COMENTÁRIO

  1. A Prefeitura de Juazeiro e Petrolina tem alguma Área de Conservação da Caatinga? se tiverem, essas áreas estão cercadas? essas área tem vigilância? Uma das primeiras medidas para prevenir as erosões e carreamento de material para o leito do Rio, é não desmatar as suas margens, mas quantas casas tem nas margens do Rio, dentro da faixa de domínio do rio e em desobediência ao Código Florestal? são muitas, logo ao invés de plantar é não desmatar para construir chácaras. Não joguem lixo dentro do rio, isso é meio ambiente. Não comprem objetos de plásticos, eles demoram mais de 50 anos para se decomporem. Essa estória de aquecimento global, efeito estufa, camada de ozônio, queimadas na Amazônia, etc.etc., é tudo uma mentira, não existe nada disso, se cria esse terror para se desviar o foco, por trás de tudo isso existe o interesse do Poder, existe o interesse econômico. O mar vai subir, uma tremenda mentira, basta ver que o mar permanece no mesmo lugar de 100 anos para cá, quer conferir? é simples, por exemplo a Ponte Rio Niterói tem marcar do nível da água em seus pilares de quando foi construída, podem ir ver que estão no mesmo lugar, e outras e outras obras que foram construidas dentro do mar. Aquecimento Global uma tremenda mentira. Camada de Ozônio outra mentira. Efeito estufa outra mentira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

seis + 8 =