Petrolinenses saem às ruas para homenagear padroeira Nossa Senhora Rainha dos Anjos

5

procissão padroeira petrolina (2)Uma multidão de petrolinenses saiu às ruas do Centro da cidade, no final da tarde deste sábado (15), para render homenagens à sua padroeira Nossa Senhora Rainha dos Anjos.

Sempre marcada por muita emoção, a procissão seguiu da Igreja Matriz, passou pela Avenida Cardoso de Sá e culminou na Praça Dom Malan, onde as homenagens foram encerradas com uma grande missa celebrada pelo bispo diocesano Dom Manuel dos Reis de Farias.procissão padroeira petrolina

5 COMENTÁRIOS

  1. Lamentavelmente há que se registrar um fato que deixou não só a mim, mas também várias pessoas indignadas: Foi feito um cordão de isolamento ao redor do andor, pelos integrantes do grupo de jovens “escalada” que empurravam sem a menor cerimônia as pessoas, sobretudo as mais velhas, de maneira que não podíamos ficar a menos de 3 metros do andor. Então pergunto: Se era para fazer esse ridículo cordão, que nos lembra os blocos de carnaval, onde os menos abastados não podem transpassá-lo, por que então colocar protegendo o andor os policiais do exército brasileiro? Por que esse cordão de jovens do escalada, agressivos inclusive, só permitiam entrar nessa área “VIP” determinadas pessoas? Por que as pessoas mais humildes que tentaram entrar nessa área VIP não lograram êxito? Uma coisa é certa MARIA, exemplo de humildade, com certeza ficou muito triste e, quiçá, não participou da sua própria procissão em protesto a ato tão repugnante. É por essas e outras que a igreja católica vem perdendo espaço para as demais. Com a palavra Dom Manuel.

  2. Eu sei, ô Calejado. Ano de eleição em plena campanha política. Vai encher de carros de som. Por que os candidatos não dão um crédito de fé em Deus e em Maria Rainha do Anjos e retiram suas propagandas dos carros de som? Deus tá vendo tudo. Não precisa esta identificação.

  3. Há de se pensar melhor nesta avaliação. Também não se pode deixar a imagem de nossa padroeira exposta aos movimentos desordenados de uma multidão. A proteção é necessária. Esta procissão é um gesto de fé religiosa, mas com uma conotação cívica. É natural que se reserve um espaço específicos para as autoridades que queiram participar, já que esta participação é tradição em Petrolina. É uma questão de segurança também Claro que se trata de uma assunto polêmico e deve ser revista pela nossa Diocese.Inclusive a permuta de carro de som pela propaganda política. Esta permuta com casas comerciais e fábricas tudo bem, contanto que não se trate de produtos tipo cigarro e bebidas alcoólicas. Com candidatos a cargos políticos não cai bem. A Diocese de Petrolina Precisa pensar bem sobre estas questões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome