Petrolina recebe nova remessa de 2.830 doses da CoronaVac

1
Foto: Jonas Santos/PMP divulgação

Petrolina recebeu nesta quinta-feira (4) mais 2.830 doses da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19). O novo lote é o da CoronaVac – produzida em parceria entre o Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac. Destas, 1.640 doses são destinadas aos trabalhadores de saúde e 1.190 são destinadas aos idosos acima de 80 anos. A aplicação dessas novas doses já inicia nesta sexta-feira (5).

Foram definidos pontos estratégicos para vacinação: no Centro de Convivência do Idoso Vó Pulú, na Vila Eduardo; Mimi Cruz, no Alto do Cocar; CRAS do João de Deus e José e Maria; Escola Municipal Nossa Senhora Rainha dos Anjos, na Cohab Massangano; e Sesi, na Vila Mocó. A imunização ocorrerá das 8 às 18h de amanhã e das 8h às 16h no sábado (6) e domingo (7).

A prefeitura continuará seguindo as estratégias de imunização com equipes volantes vacinando in loco os trabalhadores da saúde. Para os idosos acima de 80 anos que são acamados, a vacina será feita em seus domicílios. Para ser vacinado, é necessário levar um documento de identificação com foto, CPF e cartão SUS. Só será permitido a entrada de um acompanhante por idoso para evitar aglomerações.

1 COMENTÁRIO

  1. Proctologia está à frente do combate ao Corona ou atrás?!!! Academia de Pilates esta à frente? Cirurgia plástica está à frente? Urologia está? Telefonistas, serviços gerais e atendentes de clinicas estão? Professor de educação física está? Durma-se com um barulho desses. A prooridade zero originaria eram os profissionais de saude diretamente à frente do atendimento de pacientes, idosos internados em casas de acolhimento e idosos acima de 75 anos. Bagunçaram tudo. As imagens mostraram servidores da vacinação sem qualquer movimento na vacinação dos idosos acima de 80 anos. Chegou novo lote de vacinas e o destinaram por mais uns dias à população de 80 anos. Enquanto isso, os de 80 abaixo-79,78, 77,77 e 75 que eram os prioritários continuam expostos ao virus que fez recrudescer a contaminação. O que é preciso é vacinar a população atitude que libera leitos, reduz stress dos médicos e enfermeiros. A estratégia da Secretaria de Saude é equivocada, injusta e contra o plano nacional de vacinação

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dezoito − sete =